Menu
Busca domingo, 25 de outubro de 2020
MS

MS debate restrição do comércio de fungicidas ineficientes no combate a ferrugem asiática

14 junho 2016 - 15h04Por Fonte: noticias
Uma medida sanitária interna adotada pelo Estado do Paraná com relação aos fungicidas utilizados no combate da ferrugem asiática – principal praga que atinge a soja no Brasil – foi um dos pontos de discussões na reunião do Fórum Nacional dos Executores de Sanidade Agropecuária (Fonesa). O evento foi realizado dentro da programação do Encontro de Fiscalização e Seminário sobre Agrotóxicos (Enfisa), em Goiânia (GO), e contou com a participação de cinco representantes de MS.

O diretor Presidente da Agência Estadual de Defesa Sanitária Animal e Vegetal (Iagro), Luciano Chiochetta, avalia que a discussão deve ser ampliada com foco em uma série de medidas de manejo e utilização maior dos serviços de assistência técnica, ao mesmo tempo em que se deve estudar um trabalho intenso de conscientização dos produtores. "O ideal é evitar que o produtor tenha que fazer um grande número de aplicações, o que aumenta seu custo de produção e a resistência das pragas", frisou.

O debate girou em torno da medida interna adotada pelo Paraná que restringe o uso de fungicidas destinados ao combate da ferrugem asiática, com níveis de eficiência abaixo dos 40%. Com base em critérios internos e nos relatórios de eficiência produzidos pela Embrapa, o Estado que possuía 90 produtos autorizados, reduziu para 26.

A demanda tem preocupado produtores e profissionais de sanidade de todo País, por conta do aumento da resistência da ferrugem asiática aos produtos existentes no mercado e ainda pela ausência de registro de moléculas novas para os próximos 10 anos.

Apesar dos Estados terem autonomia para tomar tal medida, a discussão foi ampliada e Chiochetta acredita que o próprio Ministério da Agricultura e Abastecimento (MAPA) deve se pronunciar sobre o tema nos próximos dias, inclusive sobre os procedimentos de avaliação de produtos pós-aprovação, o que não ocorre atualmente. O representante do Mapa Julio Sérgio de Brito ficou responsável por realizar em Brasília os devidos encaminhamentos.

Fonesa

Criado em 2000, o Fonesa é um fórum permanente formado por entidades de defesa agropecuária de todo o país e tem como principal finalidade promover a permanente articulação entre os órgãos, para o desenvolvimento harmônico e integrado das ações de sanidade animal, vegetal e inspeção higiênico-sanitária e tecnológica dos produtos de origem animal e vegetal. Atualmente é presidido pelo diretor presidente da Adapar, agencia do Paraná, Inácio Afonso Kroetz.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Com novos testes positivos, casos de Covid-19 continuam crescendo em todo o MS
TRÁFICO
Motorista de guincho suspeita de contratante, aciona polícia e droga é encontrada dentro de carro em MS
SERVIDOR
Sonho que virou realidade, piloto da PM tem orgulho em servir a sociedade
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Mundo Novo localiza e autua um pescador e autuará outro que divulgaram vídeo e fotos nas redes sociais praticando pesca predatória