Menu
Busca terça, 27 de outubro de 2020
MS

MS registra forte valorização no preço do milho e da soja

14 junho 2016 - 12h44Por Fonte: riobrilhantenews
O mês de maio foi de forte valorização no preço da soja e do milho em Mato Grosso do Sul, conforme o último Informativo Casa Rural, elaborado pelo Departamento de Economia do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS) e divulgado nesta semana.

A saca de 60 kg de soja subiu 15,21%, saindo de R$ 69,88 no dia 02 de maio, para R$ 80,50 no final do mês, no dia 31. Quando comparado ao igual período de 2015, em que o preço médio da saca foi R$ 56,30, verifica-se valorização de 33,1%.

Alta

No Estado, o destaque foi Dourados, onde o preço da oleaginosa subiu 17,14% dentro do mês de maio e atingiu o valor máximo de R$ 82. Neste mesmo mês o indicador Cepea/Esalq (Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada) avançou 9,7%, com a saca encerrando o período cotada em R$ 91,77.

Já em relação à comercialização do grão da safra 2015/2016, 73,1% do volume colhido já foi vendido, o que corresponde a mais de 5,4 milhões toneladas. O índice foi 8,1 pontos percentuais maior que o mesmo período de 2015.

Milho

A comercialização do milho safra 2016 também está avançada. Ainda de acordo com o levantamento do Sistema Famasul, o índice chegou a 45,98% até o dia 30 de maio, correspondendo a 3,62 milhões toneladas comprometidas. No comparativo com o mesmo período do ano passado, o percentual comercializado até o momento é 8 pontos percentuais maior.

Para este cereal, o mês de maio foi de estabilidade nas cotações. Em Mato Grosso do Sul, a saca de 60 kg do milho em grão encerrou o período negociada a R$ 47 em média, o que representa alta de 1,62% em relação ao início do mês.

Valorização

Dourados também foi o destaque nas vendas, uma vez que, neste município, o preço avançou 4,17%, com saca negociada em R$ 50. No comparativo com maio do ano passado, verificou-se alta nominal de 166%.

O indicador Cepea/Esalq apresentou alta de 8,03% dentro do período, com a saca encerrando o mês cotada em R$ 53,15. Na relação com maio do ano passado a alta foi de 103%. Para conferir o informativo na íntegra, acesse: http://famasul.com.br/infocasarural/agricultura/2016/junho/boletim_junho.pdf.

Os dados são do Informativo Casa Rural, elaborado pelo Departamento de Economia do Sistema Famasul.

Sobre a Aprosoja/MS

A Associação dos Produtores de Soja de Mato Grosso do Sul é uma entidade representativa de classe sem fins lucrativos constituída por produtores rurais ligados à cultura de soja, milho e outros grãos. Sua missão é viabilizar a sustentabilidade dos produtores do Estado, atendendo as demandas do mercado globalizado, oferecendo serviços de informação, qualificação, apoio e representação política da classe.

A Aprosoja/MS faz parte do Sistema Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), assim como o Senar (Serviço Nacional de Aprendizagem Rural), a Funar (Fundação Nacional de Aprendizagem Rural) e Sindicatos Rurais. Com sede situada em Campo Grande, mantém canal de comunicação aberto com os produtores de todo o Estado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Procura das empresas por crédito tem queda de 3,3% em setembro
CAMPO GRANDE
Batalhão de Choque da PMMS apreende cerca de uma tonelada de maconha
TJMS
Segunda etapa do Concurso da Magistratura começa no dia 31
DIREITOS HUMANOS
Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo em MS abre edital para entidades