Menu
Busca quarta, 28 de outubro de 2020
Operação Ágata

Operação Ágata já realizou apreensões avaliadas em R$ 500 mil

16 junho 2016 - 12h20Por Fonte: agazetanews
Com o objetivo de coibir crimes na região de fronteira e também para a segurança do país durante os Jogos Olímpicos, a Operação Ágata que ocorre em toda a fronteira Oeste do país, já mostra os primeiros resultados em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Conforme balanço parcial, e em seu terceiro dia os dois Estados apresentaram R$ 500 mil em apreensões de materiais entre drogas, veículos, valores em espécie, armas e até alimentos e itens de vestuário.

A Operação acontece com bloqueios e patrulhas tanto em áreas fluviais como navais, terrestres e em reconhecimentos aéreos.

Conforme informações divulgadas pela Área de Comandos do Oeste, o valor apreendido em dinheiro chega a R$ 37 mil, a apreensão de maconha chega a 352.5 kg e a 15 kg de cocaína.

Em Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, três mil homens estão à frente da operação dentre eles da Marinha, Exército e Força Aérea e integrantes de órgãos de Segurança Pública federais, estaduais e municipais. A 4ª Brigada de Cavalaria Mecaniza- Brigada Guaicurus- de Dourados, contribui com 511 militares atuando entre as cidades de Mundo Novo e Porto Murtinho.

A Operação é parte do Plano Estratégico de Fronteiras (PEF), criado por decreto em junho de 2011 e acontece sob a coordenação do Ministério da Defesa e comando do Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas (EMCFA).

Neste ano a ação no país conta com 18 mil militares da Marinha, do Exército e da Força Aérea.Os trabalhos são em especial para conter crimes como narcotráfico, contrabando e descaminho, tráfico de armas e munições, crimes ambientais, contrabando de veículos, imigração e garimpo ilegais, com isso serão instaladas barreiras em regiões estratégicas.

Ainda conforme informações não há previsão de término para a operação até o momento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Costa Rica autua em R$ 10 mil e interdita lava jato e borracharia por poluição ambiental
JUSTIÇA
Universidade que descumpriu parcelamento privado deve indenizar estudante
ECONOMIA
Tesouro descarta preocupação com encurtamento da dívida pública
REGIÃO
Pescador profissional e autônomo são autuados em R$ 10 mil por abater dourado e pescar com redes e tarrafa e apreende 50 kg de pescado e petrechos ilegais