Menu
Busca sábado, 11 de julho de 2020
Ponta Porã

Otaviano Cardoso quer saber quanto se arrecada com a taxa de iluminação pública

01 dezembro 2015 - 09h00Por Assessoria
O vereador Otaviano Cardoso, apresentou uma indicação na Câmara Municipal de Ponta Porã, solicitando à área de poder público da empresa Energisa, que a mesma informe eis o valor arrecadado mensalmente pela cobrança da COSIP – Contribuição Para o Custeio da Iluminação Pública – conhecida como Taxa de Iluminação Pública, que é paga pelo contribuinte na sua conta de energia.

Otaviano também solicitou informações para saber qual é o valor pago pelo município mensalmente como taxa de iluminação pública à Energisa e consequentemente o valor remanescente, ou seja, a média de saldo mensal.

O parlamentar justificou o pedido afirmando que "uma das principais funções do Vereador é acompanhar e fiscalizar as ações do Poder Executivo Municipal e no momento em que o país vive uma das piores crises econômicas é fundamental definir prioridades de uma administração e desta forma tais informações são de suma importância para o trabalho deste parlamentar desta casa de Leis".

LAMPADS DE LED

O vereador também apresentou indicação endereçada ao prefeito Ludimar Novais, solicitando a implantação do projeto de eficiência energética, substituindo as lâmpadas de sódio a vapor por lâmpadas de LED, que têm vida útil de até 10 anos, com economia de energia estimada entre 40% a 60%, além de ser uma determinação da ANEEL – Agência Nacional de Energia Elétrica.

Otaviano Cardoso explicou que, "desde o dia 1º de janeiro deste ano, resolução da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) transferiu para as prefeituras a responsabilidade sobre a iluminação pública. Uma das exigências é a introdução do processo de eficiência energética, com as lâmpadas de LED, que têm vida útil de até 10 anos, com economia de energia estimada entre 40% a 60%. Com a mudança, a cidade vai ficar adequadamente iluminada, melhor do que está hoje, considerando principalmente a eficiência no novo sistema de iluminação e a economia que representa aos cofres públicos. Primeiro a qualidade da iluminação, muito superior. Segundo, a economia na ordem de 60% e terceiro que a vida útil é longa e isso reduz os gastos com a manutenção", explicou Otaviano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Queiroz deixa a prisão usando tornozeleira eletrônica
COXIM
Após aumento de 200% nos casos de Covid-19, município de MS decreta lockdown durante fins de semana
INTERIOR
Traficante é preso enquanto trazia 268 quilos de maconha para a Capital
REGIÃO
Polícia Militar prende homem por Contrabando e apreende veículo com 5.500 maços de cigarros paraguaios durante abordagem no distrito de Boqueirão