Menu
Busca segunda, 06 de abril de 2020
UEMS

Parceria da UEMS com o INCRA beneficia assentados

16 novembro 2015 - 12h30Por Fonte: reporterms
Quarenta assentados de Mato Grosso do Sul deverão iniciar o curso de Engenharia Agronômica em agosto 2016. A proposta do projeto pedagógico do curso foi entregue ao superintendente da autarquia, Sidney Ferreira de Almeida, em Campo Grande, pelos professores Edson Talarico Rodrigues e Walteir Betoni, da Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul (UEMS). O curso terá duração de cinco anos e será realizado pela UEMS no campus da unidade de Glória de Dourados. O vestibular deverá acontecer em junho ou julho de 2016 e dele participarão apenas os assentados, seus cônjuges e filhos.

Como acontece com a maior parte dos cursos oferecidos aos assentados do País, o curso de Agronomia obedecerá ao formato da pedagogia da alternância que prevê parte da carga horária no campus universitário, neste caso, 70%, e parte, os 30% restantes, em práticas nos assentamentos.

Segundo Almeida, o curso vai preencher uma lacuna na formação educacional dos assentados de Mato Grosso do Sul. “Vai atender a uma antiga reivindicação dos assentados e dos movimentos sociais. É o curso que a maioria das famílias desejava para os seus filhos”, afirma Sidney. “Com um agrônomo trabalhando permanentemente nos projetos nos assentamentos a perspectiva de sucesso é muito maior”, completa.

Para o professor Walteir Betoni, gerente da unidade de Glória de Dourados, a perspectiva da UEMS é de que outras turmas venham suceder a esta primeira. “São 30 mil famílias assentadas no estado, portanto há demanda para muitos profissionais de agronomia nos assentamentos de Mato Grosso do Sul”.

A proposta da UEMS será encaminhada para a Comissão Pedagógica do Programa Nacional de Educação na Reforma Agrária (Pronera) para análise e aprovação. Com informações da Assessoria de Comunicação Social do Incra/MS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

COVID-19
Brasil tem 553 mortes e 12 mil casos confirmados
INFLUENZA
Saúde distribui mais de 300 mil vacinas para municípios na 1ª etapa da campanha nacional
SAÚDE
Secretaria de Saúde confirma segundo óbito por coronavírus em Mato Grosso do Sul
NOTÍCIAS
Governo de MS aguarda decisão sobre empréstimo para 'estender a mão' a empresas