Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020
Ponta Porã

PIB de Ponta Porã cresceu 30% no governo Ludimar Novais

23 dezembro 2015 - 13h00Por Agência Brasil

Adotando uma política racionalizada nas finanças do município, que permitiu o pagamento antecipado dos salários dos servidores por 36 meses consecutivos, além de pagar, também antes do vencimento, o 13º salário, o prefeito Ludimar Novais tem mantido a economia de Ponta Porã aquecida, com uma injeção mensal de cerca de R$ 7 milhões, multiplicados por dois nos meses de dezembro.

Tanto é que, o Produto Interno Bruto (PIB) cresceu 30%, de 2012 para 2013 (quando assumiu o Executivo), segundo o relatório divulgado nesta sexta-feira (16) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2012, o PIB de Ponta Porã a preços de mercado corrente era de R$ 1.365.906.000,00 e o PIB “per capita” estava na casa dos R$ 16.981,90. Já em 2013, o IBGE computou números que comprovam o crescimento econômico da cidade e o enriquecimento de seus habitantes. O PIB a preços de mercado corrente atingiu R$ 1.776.263.000,00, enquanto o cálculo “per capita” chegou a R$ 20.483,44.

RANKING

Outro número que aponta o crescimento econômico de Ponta Porã em comparação com todos os municípios brasileiros é a posição no ranking nacional. Entre os 5570 municípios brasileiros, Ponta Porã subiu de 540º para 402º colocado no PIB.

O Mato Grosso do Sul possui 6 municípios entre os 30 maios PIB’s do Centro-Oeste, ocupando a 25ª posição, atrás de Campo Grande, Três Lagoas, Corumbá e Dourados e à frente de Maracaju.

AGROPECUÁRIA

Mais um destaque para Ponta Porã é seu posicionamento no setor primário. MS tem (10) municípios entre os 100 maiores municípios brasileiros em relação ao adicionado bruto da agropecuária: O valor adicionado da agropecuária é a contribuição ao PIB pela atividade da agropecuária, obtido pela diferença entre o valor da produção e o consumo intermediário absorvido pela atividade. Ponta Porã ocupa a 38ª posição no ranking nacional e o 5º lugar entre os 10 municípios do Estado que estão entre o grupo com maior expressão no setor da agropecuária brasileira.

CENTRO-OESTE

Cinco municípios de Mato Grosso do Sul estão entre os 30 do Centro-Oeste com maiores valores de Produto Interno Bruto (PIB). Na relação, Campo Grande ficou em 3º lugar com R$ 15,722 bilhões em 2011, atrás de Brasília (DF), com R$ R$ 164,4 bilhões, e de Goiânia, com R$ 27,6 bilhões.

Dourados tem um PIB de R$ 4,3 bilhões e ficou em 10º na região. Já Corumbá ficou em 13º (com R$ 3,6 bilhões). Três Lagoas aparece em 14º (R$ 3,1 bilhões) e Ponta Porã em 28º na posição (com PIB de R$ 1,8 bilhão).

No ranking do PIB da agropecuária, MS tem seis municípios entre os 100 maiores do país: Maracaju, Rio Brilhante, Dourados, Costa Rica, Corumbá e Ponta Porã.

O QUE É PIB

PIB, sigla para Produto Interno Bruto, representa a soma, em valores monetários, de todos os bens e serviços finais produzidos numa determinada região, durante um determinado período.

PIB per capita. É o PIB (Produto Interno Bruto, soma de todas as riquezas produzidas no país) dividido pelo número de habitantes. É importante relacionar o crescimento da produção (PIB) com o dos habitantes do país, pois é essa relação que determina se, na média, a população está "enriquecendo" ou não.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Passageiros serão indenizados após falha em realocação da companhia aérea
SAÚDE
Covid-19: ocupação de leitos na rede privada cai para 57% em agosto
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta com incerteza fiscal no radar
FALSO FRETE
Polícia Civil recupera veículo roubado em Dourados