Menu
Busca domingo, 05 de julho de 2020

Polícia aguarda perícia do celular de ex-prefeito morto há 2 meses

Polícia aguarda perícia do celular de ex-prefeito morto há 2 meses

16 novembro 2015 - 11h01Por G1
No dia em que a morte do ex-prefeito e ex-deputado federal e estadual, Oscar Goldoni (PDT), completa dois meses, neste domingo (15), a Polícia Civil afirmou que o crime continua sendo investigado. Segundo o delegado titular da 2ª Delegacia de Polícia de Ponta Porã, Patrick Linares, a perícia no telefone celular da vítima, que foi apreendido, não foi concluída.

Goldoni foi assassinado no início da tarde do dia 15 de setembro, na rua Vicente de Azambuja, bairro São Domingos, em Ponta Porã, a 326 quilômetros de Campo Grande. Ele foi executado com 10 tiros de fuzil no momento em que chegava ao Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do município.

Testemunhas disseram que os disparos contra Goldoni partiram de dentro de uma caminhonete de cor escura. A polícia encontrou uma pistola nove milímetros nas mãos do empresário. O corpo foi velado no Paço Municipal no município.

Goldoni nasceu em Anta Gorda (RS) e, além de empresário, foi agricultor, suinocultor e avicultor. Goldoni exerceu cargos relevantes, além de ter participado de inúmeras comissões na Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul e na Câmara de Deputados.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CIDADES
Governo estuda "emprestar" leitos do interior para saúde da Capital
GERAL
Cientistas descobrem nova espécie de perereca-de-bromélia na Bahia
DOURADOS
Veículo é apreendido com contrabando do Paraguai avaliado em mais de R$ 200 mil
GERAL
Detentos fogem de cadeia pública no Paraná