Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
MS

Polícia apreende 128 aves e encontra focos do Aedes em residência de MS

16 fevereiro 2016 - 12h02Por Fonte: riobrilhantenews
Duas irmãs de 49 e 54 anos foram indiciadas por poluição ambiental, após uma operação da Polícia Civil deflagrada nesta segunda-feira (15), em Campo Grande. Ao G1, o delegado Wilton Vilas Boas, titular da Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e Atendimento ao Turista (Decat), disse que as suspeitas criavam centenas de aves na área urbana da cidade.

“Elas vivem em condições muito precárias há mais de 20 anos, acumulando entulhos, animais e focos de larvas do mosquito da dengue. Os moradores da região fizeram a denúncia e instauramos um inquérito, pedindo providências do Ministério Público. Hoje nós fomos ao local com um mandado em mãos e recolhemos ao todo 128 aves”, afirmou o delegado.

No imóvel, na rua José Paes de Faria, Vila Jacy, a polícia recolheu 128 galos, galinhas e até um pato. Ao redor, foram recolhidos entulhos e encontrados focos do mosquito.

“As irmãs possuem um histórico de problema mental e foram indiciadas pelo fato que a lei proíbe a criação de galináceo na área urbana”, explicou Vilas Boas.

A ação ainda contou com apoio de agentes do CCZ e a Vigilância Sanitária. Eles recolheram um caminhão com todo o lixo acumulado no local, de acordo com o delegado. A pena para este crime varia de um a quatro anos de prisão e multa.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
MS registra óbito de adolescente de apenas 15 anos em Campo Grande por coronavírus
ATENÇÃO PRODUTORES
Cadastro no Proacap é prorrogado para 30 de novembro
SAÚDE
IBGE: obesidade mais do que dobra na população com mais de 20 anos
CIDADES
MS Digital simplifica a vida do cidadão e denúncias no Procon podem ser feitas em apenas seis passos