Menu
Busca sexta, 20 de abril de 2018
(67) 9.9973-5413

Ponta Porã e Antônio João estão entre as cidades que foram cumprido mandados de buscas e apreensões.

Ponta Porã e Antônio João estão entre as cidades que foram cumprido mandados de buscas e apreensões.

09 maio 2013 - 09h40
Redação e Fotos: Tião Prado

A Polícia Civil de todo o País realizou na manhã de hoje, quinta-feira (9), uma operação para o cumprimento de mandados de prisão em aberto. Ação foi batizada de PC 27.

No Estado, a operação foi iniciada às 6 horas e abrange todas as cidades. A DGPC (Delegacia Geral da Polícia Civil) está no comando de todas as ações que acontecem no Estado. Ainda não há informações do número de pessoas que já foram presas.




Policiais da Delegacia Especializada de Combate ao Crime Organizado (DECO), do Garras e da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos, que está sob a responsabilidade o Dr. João Eduardo Avanço, delegado de Policia, falando a reportagem do site Conesulnews disse que: "Essa operação denominada P 27 está investigando fraudes na legalização de veículos, veículos que são roubados e depois legalizados em nome de pessoas que não existem, sendo que destes veículos vários foram apreendidos com drogas, e o nosso serviços hoje é levantar todas essas provas para poder denunciar os acusados".

"Hoje nós cumprimos dez mandados de prisão temporária de 30 dias, seis mandados de buscas e apreensão e 215 veículos objetos de busca e apreensão, os veículos que estavam no pátio do Despachante foram todos encaminhados para o pátio da delegacia de Policia Civil para serem periciados e se houver alguma irregularidade depois serão divulgado para imprensa", afirmou o Dr. João Eduardo.



O Dr, João Eduardo informou também que foram presos, além do despachante Aral Matoso, de Ponta Porã, o gerente do Detran de Antônio João, Alexandrino Aristimunho, o tabelião substituto daquela cidade, Alexandre Marques, bem como Luciana Farinha, do Detran de Ponta Porã, Celideu Portilho, Vagner Medina. Eles permanecerão presos, em Campo Grande, por 30 dias, enquanto durarem as investigações.


Os resultados da operação serão divulgados pelo chefe da Polícia Civil do Estado, Jorge Razanauskas, em uma entrevista coletiva no final da manhã de hoje.


Com informações do Mercosulnews

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
STF nega recurso de Maluf para recorrer de condenação em liberdade
O placar da votação foi de 6 votos a 5 contra o recurso
JUSTIÇA
Mais um recurso de José Dirceu é negado na segunda instância
Com a negativa, abre-se caminho para que seja decretada a prisão
FRONTEIRA
Senad encontra depósito de maconha perto da fronteira com MS
MAIS RIGOROSA
Pena será maior para motorista bêbado que matar em acidente