Menu
Busca quinta, 22 de outubro de 2020
Polícia

Polícia investiga conversa erótica entre vereador e adolescente em rede social

Mãe da garota procurou a polícia e registrou boletim de ocorrência

06 junho 2016 - 16h05Por Fonte: correiodoestado
A mãe de uma adolescente de 15 anos procurou a polícia depois de descobrir supostas mensagens de cunho erótico trocadas entre a garota e vereador de Sidrolândia, Edivaldo dos Santos, 40. Ele foi chamado para ir até a delegacia e alegou que os textos não haviam sido redigidos por ele. O Ministério Público e a Câmara Municipal também foram acionados sobre o assunto.

Conforme o boletim de ocorrência, registrado no dia 6 de maio, o vereador teria perguntado, por meio de mensagem privada no Facebook, a idade e o endereço da adolescente, se ela tinha namorado, se era virgem e se os dois poderiam se encontrar.

No dia seguinte a garota responde que foi ao local indicado, mas não encontrou ninguém. O teor da conversa muda e o homem afirma que ocorreu um equívoco, se declara vereador e completa as informações, esclarecendo ser casado e pai de cinco filhos.

Ele foi chamado para ir até a delegacia, onde informou que perdeu o celular um dia antes do início das conversas, mas teve o aparelho devolvido. O vereador nega ter enviado as mensagens de teor sexual.

À reportagem do Portal Correio do Estado, Edivaldo lamentou o caso e explicou que sempre emprestou o celular e que muitas pessoas tinham a senha do perfil do Facebook dele. "Muita gente tinha minha senha porque eu nunca tive nada a esconder. Pode consultar minha vida", disse.

O vereador informou ainda que, desde então, tomou algumas medidas de segurança e, agora, só ele, a esposa e a assessora têm as senhas de acesso à rede social.

Audiência judicial sobre o assunto foi agendada para o dia 22 deste mês.

REINCIDÊNCIA

Esta é a segunda vez que o vereador se envolve em confusão nas redes sociais. Em maio de 2014, jovens procuraram a polícia denunciando terem sido caluniadas por ele também no Facebook.

Pouco depois da postagem ofensiva, outra mensagem foi publicada com pedido de desculpas e a informação de que o perfil havia sido hackeado.

Na ocasião, o site Sidrolândia News tentou contato com o vereador e ele informou que nenhuma das publicações tinha sido feita por ele. Ele disse ainda que não estava na cidade, mas em um assentamento, onde não havia acesso à internet.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Construtoras devem indenizar cliente por atraso na entrega de imóvel
COSTA RICA
Adolescente é apreendido com crack e cocaína pela Polícia Civil
POLÍTICA
Bolsonaro nomeia Kassio Nunes Marques como ministro do STF
ECONOMIA
Ipea revisa para cima projeção do PIB do agronegócio