Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
MS

Polícia prende quadrilha que atravessava MS com carros roubados

13 maio 2016 - 14h43Por Fonte: correiodoestado
Polícia Civil da cidade de Panorama (SP) prendeu, ontem (12), uma quadrinha que cometia roubos de caminhonetes importadas na região da Nova Alta Paulista. De acordo com as investigações, os assaltantes utilizavam rodovias de Mato Grosso do Sul para levar os veículos até o Paraguai, onde iriam vendê-los.

Conforme informações do G1- TV Fronteira, o delegado titular, Eliandro Renato dos Santos, relatou que os criminosos invadiam residências e mantinha os moradores de reféns, enquanto os veículos eram levados até o Paraguai. Antes de fugirem, os bandidos levavam dinheiro, joias e aparelhos eletrônicos.

Segundo o delegado, a quadrilha assaltavam proprietários que tinham caminhonetes Hilux, e que as investigações iniciaram após registros de assaltos que aconteceram no final de abril. Em um desses crimes, os bandidos invadiram uma residência e mantiveram os moradores como reféns, enquanto o veículo era levado para o Paraguai, pelas rodovias de Mato Grosso do Sul. As famílias ficavam na mão dos assaltantes até o carro chegar no país vizinho, onde eram revendidos.

No último dia 10 deste mês, os bandidos roubaram uma caminhonete em Pauliceia (SP), e abandonaram em um matagal na cidade de Nova Andradina (MS). "Assim que renderam o proprietário e perceberam que ele estava sozinho em sua residência, os ladrões o colocaram junto no veículo e seguiram com ele, em parte do caminho, até o abandonarem na estrada. Para garantir que ele não iria acionar a polícia, um dos criminosos ficou com ele por um tempo e depois seguiu em um carro usado pela quadrilha. Esta caminhonete foi encontrada abandonada próximo a Nova Andradina, após o bandido se acidentar com ela", relata o delegado.

Santos comenta que os bandidos estudavam as vítimas antes de cometer o crime."Eles sempre analisavam as vítimas, pois buscavam aquelas que possuíam caminhonetes de modelo Toyota Hilux. Além disso, os bandidos também procuravam residências que tivessem um fácil acesso, pois, na maioria das vezes, eles pulavam os muros", comentou.

O delegado relatou a reportagem da TV Fronteira, que a suspeita que mais pessoas estejam envolvidas no crime. As investigações continuam.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares