Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020
MS

Polícia realiza vistoria em celas de delegacia após principio de rebelião

11 dezembro 2015 - 15h01Por Fonte: riobrilhantenews
Equipes do SIG de Dourados e Campo Grande, Defron, DOF e policiais civis de Nova Alvorada do Sul e Rio Brilhante, realizaram na noite de ontem (10) uma varredura nas celas da delegacia de Nova Alvorada do Sul depois de um principio de rebelião . De acordo com as informações recebidas pela redação do Site Rio Brilhante News, a operação teve inicio por volta das 22hs desta quinta-feira e terminou por volta das 04 hs da manha de hoje (11).

As equipes de Dourados, Campo Grande e Rio Brilhante, foram chamadas depois que a investigadora de plantão na delegacia de Nova Alvorada, percebeu uma movimentação estranha no interior das celas, onde os presos que eram 39 homens, começaram a bater nos cadeados e cantarem o ''hino de uma facção criminosa'', dando inicio a um tumulto.

Imediatamente a policial entrou em contato com o delegado de Rio Brilhante Andre Luiz de Mendonça Fernandes, que responde por aquela unidade no momento. Com o reforço policial, os agentes retiraram todos os presos das celas e os colocaram no solário, enquanto isso eram recolhidos das celas varias ''armas artesanais'', feitos pelos próprios presos os chamados '' chuchu''.

Apos a varredura, e a contenção do tumulto, 06 presos foram transferidos para a Penitenciaria Estadual de Dourados e os demais retornaram as celas.

SEGUNDA OPERAÇÃO

No inicio da manha de ontem (10), policiais do Garras e da Denar de Campo grande, bem como a polícia civil de nova alvorada e de Rio Brilhante, já haviam vistoriado as celas da delegacia e recolheram vários celulares e carregadores que estavam em poder dos presos. De acordo com o delegado , Andre Luiz essas ''armas artesanais'' foram feitas apos esse pente fino da manhã.

Andre, informou que a operação policial foi motivada, depois que fugas de presos de delegacias do estado ocorreram recentemente, inclusive a morte de um investigador de polícia.

ITAQUIRAÍ

Por: Campo grande News. Os cinco presos que fugiram neste sábado (21/11) da cadeia de Itaquiraí, que funciona junto com a delegacia da Polícia Civil, além de agredirem o policial Arlei Marcelo Farias, atingido na cabeça com uma barra de ferro retirada das grades das celas, levaram a arma e usaram para fugir o carro dele, uma Parati, placa CAT-3450..

Segundo o boletim de ocorrência, os presos atacaram o policial quando ele começou a entrega das marmitas da refeição noturna. Arlei, mesmo ferido na cabeça, está consciente e fará exame de tomografia no hospital em Dourados para onde foi encaminhado. Em princípio, está fora de perigo.

A delegacia de Itaquiraí, a exemplo de todas as unidades policiais do Estado onde há carceragem, enfrenta problemas de superlotação. Com os foragidos, eram 21 os detentos recolhidos na cadeia e na hora da fuga, havia um outro policial de plantão além de Arlei, Laercio da Costa Vale. Restaram ainda 17 na cadeia.

Os presos que fugiram da delegacia de Itaquiraí foram identificados como Paulo Henrique de Lacerda,21 anos; Fabiano Alberto de Oliveira, 31 anos; Neuclair Junior Gomes Buscioli,24 anos; Jeferson Alves de Lima, 27 anos e Suzanei Silveira, 32 anos.

PEDRO GOMES

Por: Campo Grande News. O investigador da Polícia Civil, Anderson Garcia da Costa, que foi agredido por um detento na manhã desta quarta-feira (25) em Pedro Gomes, distante 309 km de Campo Grande, morreu a caminho da Santa Casa da Capital.

Segundo informações do Sinpol (Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul), Anderson estava cuidando de um preso na delegacia, quando foi agredido na cabeça e no abdômen. O agressor apresentava distúrbios psicológicos.

A agressão só parou após o investigador atirar na perna do preso, que foi levado para atendimento médico na própria cidade.

O policial teve afundamento de crânio, foi encaminhado para o hospital em Coxim, porém, devido a gravidade dos ferimentos, estava sendo encaminhado para a Santa Casa, mas morreu dentro da ambulância.

Natural do Mato Grosso, Anderson era casado e estava há um ano em Pedro Gomes . O corpo dele está sendo encaminhado para o IMOL (Instituto de Medicina e Odontologia Legal) e ainda segundo o Sinpol, a família ainda não decidiu onde o corpo será velado.

DEODÁPOLIS

Por: Fátima news. Três presos fugiram durante a madrugada de terça-feira (08), por volta dás 03hs, da cadeia pública, custodiada pela Polícia Civil de Deodápolis.

Fugiram Bruno Lopes Lamarca 18 anos , Thainatan Ailton Gomes (18) Santos e Carlos Eduardo Barnett (34), que estão sendo procurados pela Polícia da região.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado