Menu
Busca quarta, 21 de outubro de 2020
Política

Ponta Porã passa a integrar rede de ouvidorias de MS

06 julho 2016 - 11h23Por Assessoria
A Prefeitura de Ponta Porã, através da Secretaria Municipal de Segurança Pública, firmou na manhã do último dia 1º, Acordo de Cooperação Técnica entre os diversos órgãos, entidades e empresas públicas de Mato Grosso do Sul para a formação de uma rede em âmbito estadual denominada "Rede de Ouvidorias Públicas do Estado de Mato Grosso do Sul".

O evento aconteceu através de iniciativa do procurador de justiça e coordenadoria da Rede de Ouvidorias de MS, Olavo Monteiro Mascarenhas. As Ouvidorias são importantes mecanismos de participação e contribuição para o controle social da administração pública, bem como de fortalecimento da democracia participativa e do monitoramento das políticas públicas.

A solenidade que marcou a assinatura do Acordo de Cooperação Técnica, ocorreu no auditório "Nereu Aristides Marques, na Procuradoria Geral de Justiça, situada no Parque dos Poderes, em Campo Grande. O evento contou com a presença de várias autoridades do Ministério Público, Justiça e agentes políticos municipais e estaduais.

Segundo o secretário municipal de Segurança Pública de Ponta Porã, Ulisses César Alcarás, juntamente com o Ouvidor, Geraldo Dantas, assinaram o acordo interligando a Ouvidoria de Ponta Porã às demais do Estado, proporcionando aos cidadãos do município melhor acesso para registrar suas reclamações em relação aos atos dos agentes de segurança municipal.

Alcarás declarou que o prefeito Ludimar Novais criou mecanismos, Ouvidoria e Corregedoria, para proporcionar ao cidadão a oportunidade de fiscalizar os trabalhos realizados pelos integrantes da Secretaria Municipal de Segurança Pública, com objetivo de melhorar a qualidade das execuções dos serviços, pautados na legalidade.


"Dessa forma podemos concluir que hoje vivemos num estado democrático de direito, onde as pessoas podem e devem participar, contribuindo com críticas e sugestões para que a administração venha a atingir seus objetivos, que são no sentido de garantir melhoria da qualidade de vida, segurança e felicidade a toda a sociedade", ressaltou Alcarás.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NAVIRAÍ
Polícia Militar prende homem por violência doméstica e posse irregular de arma de fogo
POLÍTICA
Em sabatina, Kássio Nunes responde a perguntas sobre armas e Lava Jato
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Rio Negro autua três em R$ 2,7 mil por pesca ilegal e apreende pescado, tarrafa e outros petrechos de pesca
JUSTIÇA
Queda de produtos da prateleira em cima de consumidora gera danos morais