Menu
Busca quinta, 29 de outubro de 2020
Política

Prazo para eleitor regularizar situação com Justiça Eleitoral termina amanhã

Confira os pontos de atendimento à população na Capital e interior

03 maio 2016 - 12h46Por Fonte: correiodoestado
Prazo para eleitores realizarem a regularização com a Justiça Eleitoral termina amanhã (4), incluindo fazer o primeiro título ou alteração do local de votação para as Eleições de outubro. O eleitor que necessita dos serviços devem seguir ao ponto de atendimento tendo em mãos os seguintes documentos:

* Documento pessoal com foto (cópia e original);

* Comprovante de residência (cópia e original);

* Rapazes maiores de 18 anos, que farão o título pela primeira vez, também deverão apresentar comprovante de quitação com o serviço militar;

O voto é obrigatório para todos os cidadãos maiores de 18 anos e facultativo para analfabetos, maiores de 70 anos e para os jovens entre 16 e 18 anos. O cadastramento biométrico não é obrigatório para votas nas Eleições desde ano na Capital.

ATENDIMENTO NA CAPITAL

A Central de Atendimento ao Eleitor está localizada na rua Delegado José Alfredo Hardman nº 180, no Parque dos Poderes. O horário de atendimento à população é entre às 8h e 18h, até manhã (4).

Os postos práticos da Justiça Eleitoral localizada próximo aos terminais Aero Rancho, General Osório e Guaicurus, seguem com o horário normal de serviço, que vai das 8h às 14h, mas com atendimento limitado por meio de distribuição de senhas.

Há serviço na Central de Atendimento ao Cidadão, em frente à Maternidade Cândido Mariano, das 8h às 16h30; e ainda no Fórum Heitor Medeiros, na Rua da Paz n. 14, das 12h às 18h.

INTERIOR

No interior do Estado os Cartórios Eleitorais estão funcionando das 8h às 18h, até o final do prazo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SERVIDOR
Governador anuncia promoção de 3,7 mil servidores civis e militares
ECONOMIA
Sancionada lei de incentivos fiscais para montadoras de veículos
POLÍTICA
Mourão diz que posição do governo não é por uma Constituinte
ECONOMIA
Governo pretende economizar R$ 97 milhões com licitação centralizada