Menu
Busca sexta, 15 de janeiro de 2021
Política

Prefeitura vai entrar na Justiça contra lei do ‘tapa-buraco noturno’

Câmara derrubou veto de Bernal à medida

09 novembro 2016 - 14h23Por Fonte: midiamax
O prefeito de Campo Grande Alcides Bernal (PP) vai entrar com ADIN (Ação Direta de Inconstitucionalidade) contra a lei que prevê realização de obras de manutenção asfáltica somente no período noturno, entre às 20h e às 4h da madrugada.

Por meio da assessoria de imprensa, o chefe do Executivo informou que isso acarretaria adicional noturno aos contratos já firmados, bem como ao que está em licitação e o Legislativo não pode causar ‘prejuízo’ à cidade. A lei foi aprovada pela Câmara Municipal e vetada pelo prefeito, mas durante sessão dessa terça-feira (8) o presidente da Casa de Leis, João Rocha (PSDB), derrubou o veto.

A medida prevê, ainda, que a restrição de horário diz respeito somente às Avenidas Afonso Pena, Mato Grosso, Fernando Corrêa da Costa, Ernesto Geisel, Eduardo Elias Zahran, Costa e Silva, Calógeras, Júlio de Castilhos e Três Barras.
Além das Ruas Bahia, Rui Barbosa, 13 de Maio, 14 de Julho, Brilhante, Bandeirantes, Manoel da Costa Lima, José Antônio, Padre João Crippa, Pedro Celestino, Barão do Rio Branco, Maracaju, Dom Aquino, Marechal Cândido Mariano Rondon, 7 de Setembro e 15 de Novembro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Negada indenização a comprador de veículo que não comprovou defeito em motor
BRASIL
Fabricante de oxigênio diz enfrentar crise sem precedentes no Amazonas
SAÚDE
Vacina da Oxford-Fiocruz é segura, afirma CTNBio
RIO BRILHANTE
Policiais civis realizam campana, prendem suspeito e apreendem maconha e cocaína