Menu
Busca sexta, 20 de abril de 2018
(67) 9.9973-5413
Política

Presos vivem em situação desumana e quadrilhas preocupam país, diz Temer

11 janeiro 2017 - 15h10Por Fonte: correiodoestado
O presidente Michel Temer disse nesta quarta-feira (11) que presos no Brasil vivem em condições desumanas e que as quadrilhas atuantes em presídios preocupam a segurança nacional.

A fala ocorreu na abertura de uma reunião com ministros do setor de infraestrutura que tem por objetivo analisar o programa de concessões lançado em 2016, com a possibilidade de incluir novos projetos.
A declaração do presidente acontece em meio a uma crise do sistema penitenciário nacional, com chacinas em presídios do Amazonas e de Roraima na primeira semana do ano.

Temer aproveitou para comemorar a redução da inflação oficial e também para relembrar o cumprimento de compromissos assumidos, principalmente com os parlamentares, como o pagamento de emendas.
Durante sua fala, o presidente afirmou que, apesar da Segurança Pública não ser atribuição direta da União, aumentou as verbas para o setor, citando a liberação de R$ 1,2 bilhão no final do ano passado de recursos do Fundo Penitenciário para os governos estaduais.

"Meu desejo é que daqui a alguns anos não haja necessidade de anunciar a construção de presídios. Só escolas, postos de saúde etc. Mas o Brasil tem um longo caminho para esse efeito. Nesse momento, a realidade que vivemos exige a construção de presídios para retirar as condições, convenhamos, desumanas que os presos se acham", disse o presidente.

O presidente afirmou ainda que as facções que dominam presídios têm "preceitos próprios" e que preocupam a segurança nacional.

"Para surpresa nossa, até quando fazem aquela pavorosa matança, o fazem baseado em códigos próprios. Essa questão ultrapassa os limite da segurança para preocupar a nação como um todo", disse Temer. "Há uma preocupação da União com o fenômeno segurança pública, porque ele envolve hoje quase, vamos dizer assim, a própria segurança nacional".

Após abrir o encontro com os ministros, Temer saiu para receber parlamentares que vieram falar sobre os problemas nos presídios do país.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
STF nega recurso de Maluf para recorrer de condenação em liberdade
O placar da votação foi de 6 votos a 5 contra o recurso
JUSTIÇA
Mais um recurso de José Dirceu é negado na segunda instância
Com a negativa, abre-se caminho para que seja decretada a prisão
FRONTEIRA
Senad encontra depósito de maconha perto da fronteira com MS
MAIS RIGOROSA
Pena será maior para motorista bêbado que matar em acidente