Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
MS

Produtores terão R$ 665 milhões de custeio antecipado para próxima safra

03 fevereiro 2016 - 13h43Por Fonte: douradosnews
Os produtores rurais de Dourados já podem realizar o custeio antecipado para a safra de 2016/2017 para a compra de insumos, fertilizantes e defensivos agrícolas. Ao todo serão disponibilizados R$ 10 bilhões em recursos controlados para produtores rurais em todo o país por parte do Banco do Brasil. Para Mato Grosso do Sul, são R$ 665 milhões e desse montante a Grande Dourados terá boa parte do valor, aproximadamente R$ 466,2 milhões distribuídos para 53 municípios que compõe o mapa para a região.

O lançamento oficial aconteceu na manhã desta quarta-feira (3), na agência localizada na avenida Presidente Vargas em Dourados e apresentado pelo gerente da agência, Rafael Remoti que divulgou os valores que serão disponibilizados.

Na ocasião estiveram presente vários produtores e também algumas autoridades da cidade. Os custeios antecipados são para as culturas de cana, milho, soja, laranja, café, arroz e algodão.

De acordo com o assessor regional Antônio Marino, a antecipação dos financiamentos de custeio permite melhores condições de valores e assim os produtores podem se programar e ter um valor real de quanto irão gastar na próxima safra. E contou ainda que o volume ofertado é das captações próprias da Poupança Rural e dos Depósitos à Vista.

“A antecipação é para o cliente se proteger por conta do valor do dólar e cambial, ele pode travar o custo e saber quanto irá gastar. Ele pode buscar descontos junto aos fornecedores, incremento das vendas de sementes, fertilizantes e defensivos agrícolas, para o produtor é vantajoso”, disse Marino.

Segundo o banco, os recursos já foram disponibilizados no primeiro dia de fevereiro. Estão disponíveis aos médios produtores por meio do Pronamp (Programa Nacional de Apoio aos Médios Produtores Rurais) com taxas de 7,75% até o teto de R$ 710 mil. Os demais produtores acessam o crédito com encargos de 8,75 % até o teto de R$ 1,2 milhões por benefício.

Na safra anterior (julho de 2015 a janeiro de 2016) para Mato Grosso do Sul foi liberado R$ 628,8 milhões. Dentre os produtores que participaram do lançamento está Leandro Boer,41, que planta aproximadamente dois mil e quinhentos hectares na região do Guaçu, em Dourados, conta que para ele é importante a antecipação, até por conta da crise financeira que o país vive atualmente.

“É muito importante, assim consigo me organizar e antecipar a compra faz diferença ainda mais com a crise que estamos vivendo. Com ela eu consigo planejar a minha estrutura e isso é muito importante”, complementou o produtor.

Assim como Boer, o produtor Rogério Braga,38, que planta quinhentos hectares também na região do Guaçu em Dourados, fala que é uma oportunidade de conseguir descontos e se programar para a próxima safra.

“Para o produtor é muito bom, a compra antecipada facilita em pedir descontos e também se organizar para a próxima safra, melhorar no que precisa, é o momento de planejamento de gastos”, pontuou Braga.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Campanha eleitoral tem baixa ocorrência de fake news, afirma Barroso
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área, causando degradação de córrego em sua fazenda em Inocência
ECONOMIA
Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande e Imasul realizam fiscalização na MS 040 e orientam condutores sobre resíduos lançados de veículos às margens de rodovias