Menu
Busca sábado, 26 de setembro de 2020
Polícia

Quadrilha de hackers invade contas bancárias e furta dinheiro na Capital

11 dezembro 2015 - 11h04Por Fonte: correiodoestado
Quadrilha de hackers que invadia contas de clientes de banco em Campo Grande foi desmantelada em operação do Grupo Armado de Repressão a Roubo a Banco e Resgate a Assaltos e Sequestros (Garras). Um dos integrantes, identificado como Maikin Silva dos Santos foi preso quando tentava fazer um saque em agência nos altos da Avenida Afonso Pena, ontem (10). Três estão foragidos. Segundo a polícia, o grupo furtou R$ 24 mil.

De acordo com informações do delegado titular do Garras, Edilson dos Santos, a quadrilha é do estado do Mato Grosso e praticava o crime na Capital havia uma semana. Segundo ele, um hacker invadiu diversas contas de um banco da cidade e, ao todo, furtou R$ 24 mil, sendo que a cada furto 20% do valor ficava com os integrantes que faziam saques e o restante era entregue para o invasor das contas.

“Acessava remotamente contas de clientes e emitia falsas ordens de pagamentos destinados às contas dos demais integrantes. Depois, faziam os saques. Nesta uma semana que estão não cidade, foram em seis agências”, disse.

O grupo foi monitorado e Maikin acabou preso quando sacaria R$ 5 mil em uma agência nos altos da Avenida Afonso Pena. Ele tinha dois comparsas identificados como Douglas de Lima Xavier e João Paulo Marinho Calixto hospedados em um hotel, na Avenida Mato Grosso, que conseguiram fugir antes da chegada de equipe de policiais. O quarto integrante é o hacker que ainda não foi identificado.

Maikin foi indiciado por associação criminosa e estelionato. Foi solicitada prisão preventiva dos demais integrantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Polícia Federal prende prefeitos de Rondônia por suspeita de corrupção
CRISE AMBIENTAL
Papa cita na ONU 'perigosa situação da Amazônia e dos indígenas'
INFORME PUBLICITÁRIO
Universidad Columbia del Paraguay, filial de Pedro Juan, abre matrículas para Medicina
TAQUARUSSU
Ambiental autua quatro em R$ 8,4 mil e apreende 139 quilos de pescado