Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020
Ponta Porã

Saúde realiza “blitz educativa” no combate ao mosquito “aedes aegypti”

Conscientização é fundamental para eliminar focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus

15 dezembro 2015 - 08h03Por Assessoria


A Prefeitura de Ponta Porã, através da Secretaria Municipal de Saúde, e o Setor de Vetores e Endemias iniciaram uma verdadeira “blitz educativa” no trânsito, no comércio e nos bairros do município, o propósito é sensibilizar a população ao combate dos focos do mosquito “aedes aegypti” transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus.

A ação consiste com a abordagem aos motoristas e pedestres, realizada pelos agentes de saúde, com a entrega de materiais de conscientização, prevenção e combate ao mosquito, a blitz foi iniciado no semáforo da Avenida Brasil com a Rua 07 de setembro e posteriormente foi realizado um trabalho de panfletagem no comércio e bairros. Até um boneco gigante do mosquito esteve presente na “bliz” para chamar a atenção da população.

Para o coordenador do setor de vetores e endemias, Edilson Melgarejo, a mobilização busca alertar os moradores dos riscos da tríplice epidemia. “A gente precisa realmente da participação efetiva da comunidade, sem o apoio deles, o nosso trabalho é inválido. 90% dos focos dos mosquitos são encontrados dentro das residências”, alertou.

CUIDADOS

A dica é manter recipientes, como caixas d'água, barris, tambores, tanques e cisternas, devidamente fechados. E não deixar água parada em locais como: vidros, potes, pratos e vasos de plantas ou flores, garrafas, latas, pneus, panelas, calhas de telhados, bandejas, bacias, drenos de escoamento, caneletas, blocos de cimento, folhas de plantas, tocos e bambus, buracos de árvores, além de outros locais em que a água da chuva é coletada ou armazenada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ALEMS
Deputado Neno Razuk solicita melhorias em trecho da MS-485
PROSSEGUIR
Governo de Mato Grosso do Sul atualiza bandeiras dos municípios
JUSTIÇA
Marco Aurélio votará por permitir depoimento por escrito de Bolsonaro
SAÚDE
Rastrear pode auxiliar na redução da taxa de contágio por coronavírus