Menu
Busca quarta, 02 de dezembro de 2020

Secretária anuncia diretrizes para ano letivo de 2012

Secretária anuncia diretrizes para ano letivo de 2012

08 fevereiro 2012 - 09h32
Divulgação (TP)

Na semana passada, a secretária municipal de Educação, Professora Leny Klais, promoveu uma grande reunião com todos os servidores administrativos das escolas. O objetivo da reunião, realizada no Centro Internacional de Convenções, foi repassar as diretrizes para o trabalho no ano letivo de 2012.

Oficiais de cozinha, profissionais que realizam serviços gerais, vigilância, inspetoria, limpeza e o trabalho de secretaria das escolas, ouviram de Leny, que as expectativas para o ano letivo de 2012 são ótimas: “avançamos muito nos últimos sete anos de trabalho. E agora, no último ano da administração do prefeito Flávio Kayatt, queremos continuar levando para nossas crianças, um ensino de melhor qualidade. Aliás, a cada ano, conseguimos aprimorar o trabalho, elevando os índices de aproveitamento dos alunos”, frisou.

O secretário de infraestrutura, Helio Peluffo Filho participou da reunião fazendo um relato do trabalho desenvolvido pela Prefeitura no setor educacional. Helio é o responsável pela equipe que cuida da manutenção das escolas, promovendo a cada ano, as reformas e ampliações visando garantir as boas condições de trabalho nos estabelecimentos de ensino.

Também, pelos projetos que já resultaram na construção de oito novas escolas no município.

O Pastor Milquizedeque Pereira de Almeida, da Igreja Batista, foi o convidado especial da reunião. Ele destacou a importância do trabalho desenvolvido pelos profissionais nas escolas, contribuindo para que os alunos sejam os maiores beneficiados pelas ações educativas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
ALEMS recebe projeto que altera Lei Orgânica do Ministério Público de MS
SAÚDE
Disk-Covid registra aumento de 67% nas ligações em novembro
NOTÍCIAS
Carreta da Justiça define calendário de atendimentos em 2021
ECONOMIA
Caixa paga R$ 1,2 bi de auxílio emergencial a nascidos em julho
Recebem o benefício 3,4 milhões que não fazem parte do Bolsa Família