Menu
Busca quinta, 06 de agosto de 2020
MS

Sejusp não cobra por agendamento de RG; Polícia Civil apura cobrança feita por sites privados

02 julho 2020 - 09h00Por Sejusp/MS

Responsável pela emissão da primeira e segunda via da Carteira de Identidade, o Instituto de Identificação de Mato Grosso do Sul fez um alerta à população de Mato Grosso do Sul sobre os sites privados que cobram taxa para fazer agendamento para o RG, serviço que é totalmente gratuito no site da Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp/MS).

O valor cobrado por estes sites tem gerado reclamações a quem precisa do serviço. Quem chega aos postos de identificação acreditando que pagaram pela segunda via do documento, descobrem que o valor não é o correspondente as quatro Uferms (R$ 121,48) para a emissão da segunda via.

“Decidimos alertar a população para tomar cuidado. O Estado de Mato Grosso do Sul não cobra nada para fazer o agendamento, e neste caso, é um particular que está fazendo isso”, destaca o diretor do Instituto de Identificação, Márcio Paroba.

A Sejusp informou que a Polícia Civil vai apurar o serviço praticado por estes sites para constatar se há eventual responsabilidade criminal. As pessoas que eventualmente se sentirem lesadas podem registrar boletim de ocorrências nas delegacias da Capital ou do interior. Ou ainda, procurar o Procon MS pelos canais: telefones 151 e (67) 9.9158-0088, site www.procon.ms.gov.br ou ainda pelo aplicativo MS Digital.

Em Mato Grosso do Sul, a emissão da primeira ou segunda via é feita diretamente no site da Sejusp (www.sejusp.ms.gov.br) ou pelo endereço http://servicos.sejusp.ms.gov.br/. Para quem vai fazer a primeira via, o RG é gratuito em Mato Grosso do Sul e em todo o país.

Pandemia

O Instituto de Identificação lembra que devido a pandemia do Covid-19, o serviço está com restrição. O agendamento exclusivo no site da Sejusp abre a cada duas semanas para novos pedidos do RG. O objetivo é evitar que haja aglomerações nos Postos de Identificação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MS
Hospitais públicos e privados serão obrigados a implantar Núcleo de Vigilância Epidemiológica
POLÍCIA
Polícia Militar de Alto Caracol efetua prisão de indivíduo por adulteração de sinal identificador de veículo automotor
SAÚDE
Resultados do processo seletivo para epidemiologista são divulgados
NOTÍCIAS
Drogaria indenizará consumidora por importunação praticada por atendente