Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
PMA

Sitiante foi autuado por desvio de córrego e degradação de matas ciliares

14 junho 2016 - 11h33Por Fonte: douradosagora
Policiais Militares Ambientais de Dourados autuaram um sitiante que construiu valeta para desvio de um curso d’água sem autorização ambiental. O dreno possuía 80 metros de extensão e foi feito com retirada de 0,5 hectare da vegetação ciliar do córrego.

O produtor, de 59 anos, residente no local afirmou que havia feito o dreno porque o gado estava atolando, quando na verdade, ele deveria ter cercado a área para não afetar as matas ciliares do córrego.

As atividades foram paralisadas e o autuado foi notificado a apresentar plano de recuperação da área degradada (Prade), junto ao órgão ambiental.

Ele também responderá por crime ambiental de destruir área de preservação permanente. A pena para este crime é de um a três anos de detenção. O infrator também foi autuado administrativamente e multado em R$ 5.000,00.

A polícia incentiva denúncias, pelos telefones: 190 (Polícia Militar); Polícia Rodoviária Federal (191); 3411.8080 (SIG); 3425.1082 (DOF); 3410.4800 (Defron); 3410.1700 e 3420.1757 (Polícia Federal); 3411.8060 (Polícia Civil - 1º Distrito Policial); 3424.6911 e 3424.5633 (Polícia Civil, 2º Distrito Policial) e 199 (Guarda Municipal).

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Campanha eleitoral tem baixa ocorrência de fake news, afirma Barroso
CRIME AMBIENTAL
Paulista é autuado em R$ 10 mil por erosões em 2 hectares de área, causando degradação de córrego em sua fazenda em Inocência
ECONOMIA
Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB
REGIÃO
Polícia Militar Ambiental de Campo Grande e Imasul realizam fiscalização na MS 040 e orientam condutores sobre resíduos lançados de veículos às margens de rodovias