Menu
Busca sábado, 31 de outubro de 2020
MS

Tonelada de maconha que saiu de MS abasteceria carnaval no Distrito Federal

04 fevereiro 2016 - 10h45Por Fonte: correiodoestado
Dez homens foram presos nesta semana com uma tonelada de maconha que saiu de Mato Grosso do Sul para abastecer o carnaval em Brasília (DF). As prisões ocorreram na BR-070, entre as cidades de Águas Lindas de Goiás e Ceilândia. A droga estava no porta-malas de um veículo Palio Weekend e a apreensão é a maior em 12 meses.

O entorpecente serviria para abastecer o carnaval em Brasília e o tráfico renderia em torno de R$ 1,6 milhão para a quadrilha liderada por José Dário Lima da Silva, 45 anos.
A polícia apreendeu ainda 4 quilos de haxixe, uma pistola calibre .9 milímetros e 50 munições. A suspeita é de que o haxixe renderia de R$ 80 mil a R$ 100 mil neste carnaval.

QUADRILHA EXPERIENTE

Delegado da Coordenação de Repressão às Drogas, Rodrigo Bonach, explicou que o grupo comprava a droga em Ponta Porã (MS). Experiente, a quadrilha agia com cuidado e utilizava cinco carros no esquema, sendo três deles com rádios-escuta.
O carro que transportava a maconha tinha suspensão reforçada e dois jogos de placas diferentes.

Bancos traseiros foram retirados e o veículo era “protegido” por quatro batedores, ocupados inclusive por mulheres para despistar a polícia.
Integrantes da quadrilha têm passagem por tráfico de drogas e alguns deles já responderam por homicídio, pirataria, roubo, embriaguez ao volante e violência doméstica.

Agora, bando responderá por tráfico de drogas, associação para o tráfico, posse ilegal de arma de fogo e adulteração de placa.
A operação durou cerca de dois meses e foi batizada de "Cinderela", em referência ao apelido do braço direito do líder do grupo, Clesivaldo Pereira, conhecido pelo apelido de Pezinho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Estado atinge a marca de 82.344 casos de Covid -19
INTERNACIONAL
Famoso por interpretar 007, Sean Connery morre aos 90 anos
CAMPO GRANDE
Três homens foram mortos com diversos tiros de pistolas
REGIÃO
Dois infratores são autuados em R$ 20 mil por degradação de área protegida de córrego para instalação de fábrica de postes de concreto