06/07/2017 11h29

UEMS pretende implantar primeiro curso gratuito de Serviço Social

 
 
 Reitor da UEMS, Fábio Edir, compromete-se a trabalhar para que o curso seja oferecido no início de 2019. Foto: Divulgação Reitor da UEMS, Fábio Edir, compromete-se a trabalhar para que o curso seja oferecido no início de 2019. Foto: Divulgação

Já em sua terceira reunião desde que foi relançada, no final do ano passado, a Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social já começa a registrar importantes avanços.

O encontro, realizado na tarde desta quarta-feira (5) na Sala da Presidência da Assembleia Legislativa, teve em um de seus pontos altos o compromisso verbal do reitor da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Fábio Edir, de empenho na implantação, à partir de 2019, daquele que deve ser o primeiro curso superior de Serviço Social em universidades públicas no Mato Grosso do Sul.

A palavra do reitor foi empenhada diante do coordenador da Frente, deputado João Grandão (PT/MS), representantes do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS/MS), da Secretaria do Estado de Direitos Humanos e Assistência Social e Trabalho (SEDHAST) e de diversos outros fóruns e conselhos do setor.

"A vocação social sempre foi uma das principais bandeiras da UEMS. Por isso, assumo esse compromisso diante de vocês de criar uma comissão para estudar a viabilidade técnica e econômica para a implantação do curso de Serviço Social. Traremos uma proposta para a LOA (Lei Orçamentária Anual) nesta Casa até o final deste ano e à partir daí teremos doze meses para estruturar o curso e oferecê-lo na UEMS à partir de 2019. Para isso contamos com as parcerias com a prefeitura, o Governo do Estado, o Legislativo e todas as entidades cadastradas no SUAS (Sistema Único de Assistência Social)", disse o reitor.

O deputado João Grandão destacou que essa é uma das reivindicações debatidas pela Frente, celebrou o compromisso e propôs a criação de um Grupo de Trabalho afim de debater e acompanhar o andamento das ações junto à UEMS, sugestão prontamente aceita por todos os presentes. A equipe contará com um integrante da Frente, um da universidade e mais cinco representantes das entidades.

"Faremos toda a articulação política necessária para viabilizar isso. Em todas as nossas reuniões de trabalho colocaremos esse assunto em pauta para debatermos em que pé estão os encaminhamentos e o que ainda precisa ser feito para a implantação deste que será o primeiro curso de Serviço Social em uma universidade pública no Estado", disse o deputado.

O presidente do Conselho Estadual de Assistência Social (CEAS/MS), Huilson Pasqualli, ressaltou que todos saem ganhando. "Esse pleito é extremamente importante para todos nós, de trazer o curso para a universidade estadual, é uma necessidade", disse.

"Isso não só representa a inclusão dos futuros acadêmicos que não teriam condições de pagar por um curso universitário como também um ganho para as políticas públicas do nosso Estado porque a produção acadêmica desenvolve e aperfeiçoa essas políticas públicas", acrescentou a professora universitária e ex-secretária de Assistência Social do Estado, Eloísa Castro Berro.

Além de Huilson Pasqualli e Eloísa Castro e Berro também se fizeram presentes o deputado estadual Onevan de Matos e representantes de diversas instituições do setor, como Juliana Carvalho Funes, da Secretaria do Estado de Direitos Humanos e Assistência Social e Trabalho (SEDHAST); Patrícia Souza, do Conselho Regional de Serviço Social; Gisele Saddi Janus, do Conselho Estadual de Assistência Social;; Silvan Cardoso de Azevedo, do Conselho Estadual da Pessoa Portadora de Deficiência de MS; Sueli Gomes dos Santos, do Fórum de Assistência Social de Campo Grande; Márcia Rolon, do Conselho Estadual da Criança e do Adolescente do município de Corumbá; o professor Ruberval Franco Maciel, assessor de Relações Internacionais e Mobilidade Acadêmica da UEMS, além de representantes dos mandatos dos deputados Pedro Kemp, Antonieta Amorim e Renato Câmara, que também fazem parte da Frente Parlamentar em Defesa da Assistência Social. Ao todo, 16 deputados estaduais integram a Frente.

Anuncie | Contato | Expediente | Política de Privacidade

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído. Copyright 2011 © Conesul News - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet