Menu
Busca sexta, 18 de setembro de 2020

Acadêmicos dos cursos de Ciências Contábeis e administração participaram da audiência pública que debateu a lei orçamentária.

Acadêmicos dos cursos de Ciências Contábeis e administração participaram da audiência pública que debateu a lei orçamentária.

18 novembro 2011 - 13h00
Divulgação (TP)

Na noite de quarta-feira (16), aconteceu nas dependências da UEMS de Ponta Porã a audiência pública para tratar sobre o orçamento para o ano de 2012. Estavam presentes o vereador Ludimar Novais (PPS), presidente da Comissão Economia, Finanças e Fiscalização, Lourdes Monteiro (PTB) secretária da comissão, Dulce Manosso (PSDB), os vereadores Adão Dauzacker (PT) e Daniel Valdez Puka (DEM), justificaram as ausências através de oficio, professor Moisés Kaveski, gerente da unidade de ensino, professora Kellen Carminati, representante do Sinted, Iraci Márcia de Oliveira,do Conselho Tutelar, professores Fábio Gonçalves, coordenador do curso de Ciências Contábeis e Milton Fróes, de administração, e ainda várias pessoas se fizeram presentes, entre elas, muitos alunos da faculdade onde o acadêmico Carlos de Oliveira, do segundo ano do curso de Ciências Contábeis que disse ter achado a apresentação muito interessante visto que é uma forma de prestação de contas, principalmente sobre os impostos pagos a prefeitura que serão revertidos na aplicação em educação, saúde, gerando grandes benefícios para a sociedade, afirmando essa ter sido a primeira vez que pode participar de uma audiência pública e que a idéia dos vereadores de se levar esse evento até os acadêmicos foi de muita importância para todos os que se fizeram presentes.

O professor Moisés Kavescki falou sobre a importância da realização da audiência no prédio da UEMS, dizendo que os cursos de administração, economia e ciências contábeis fazem uso das técnicas que a prefeitura pratica para planejar e realizar seu orçamento, ressaltando a participação dos alunos, pois o anfiteatro estava repleto de estudantes que prestigiaram o evento. “ Trazer a audiência para a UEMS é um respeito a Democracia, aos impostos que a população paga, trazendo a transparência para a população que faz uso do serviço da prefeitura e saber aonde estão sendo aplicados seus impostos”, reforçou o professor Moisés.

O secretario de finanças João Marcos Lacoski disse achar muito importante o fato da audiência ser realizada na universidade, primeiramente pelo público seleto, onde os alunos se demonstraram bastante atenciosos e interessados na apresentação que foi feita para o orçamento de 2012. “Saímos daquele ambiente formal de prefeitura, de câmara e viemos para a universidade. Oxalá, todas as audiências fossem mais juntas ao público, não só na universidade, mas em outros setores da nossa sociedade, por exemplo, a próxima audiência poderia ser realizada na Associação Comercial ou no Sindicato Rural”, frisou o secretário.

João Marcos destacou a importância desse evento ter tido a platéia de alunos do curso de administração, economia e ciências contábeis, afinal são futuros profissionais que amanhã ou depois estarão administrando o município, órgãos públicos e setores privados e serviu para diversificar o conhecimento, alem de se cumprir aquilo que a lei determina.

Outro fator avaliado, foi que quando se fala em orçamento parece uma peça de ficção que ninguém sabe para que serve e na verdade, afirmou o secretário João Marcos, todo o processo administrativo é calcado em leis que organizam a administração como o plano plurianual, a LDO e também o orçamento, colocando de onde vem a receita e para onde vai. “ O orçamento é o arcabouço, aquilo que orienta tanto no aspecto de entrada como de saída de dinheiro, então é preciso atenção, sendo que esse orçamento tem que ser o mais próximo da realidade possível”, frisou Lacoski.

O vereador Ludimar Novais disse ter achado a realização da audiência extremamente positiva, onde se teve a explanação feita pelo secretario João Marcos e muitos questionamentos feito por professores, acadêmicos e funcionários públicos presentes.

“ Na verdade a finalidade da audiência é a participação popular na discussão de uma peça que é pública e de interesse para a sociedade e que segue as diretrizes do plano plurianual, da LDO, então é uma discussão que interessa a todos pois todos terão uma idéia do que Ponta Porã vai apresentar de benefícios e melhorias para o ano que vem”, ressaltou o vereador Ludimar.

Ludimar Novais disse que ainda possuem prazo para inclusão de emendas e nas duas últimas sessões da câmara estarão votando o orçamento do ano de 2012.

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
Covid-19 tem mais de 30 milhões vítimas em todo o mundo
TEMPO
Sexta-feira de calor intenso em boa parte de Mato Grosso do Sul
MS
Setembro é mês de licenciar veículos com placa final 9
MEIO AMBIENTE
Fumaça do Pantanal se desloca para o Sul do país