Menu
Busca sábado, 24 de outubro de 2020
Ponta Porã

Vítima de execução estava casada há um ano e meio e se formou na UFMS da Capital

Vítima de execução estava casada há um ano e meio e se formou na UFMS da Capital

12 maio 2016 - 08h15Por Correio do Estado

Kelly Peralta, de 30 anos, executada na manhã de hoje (11), em Ponta Porã, estava casada há um ano e meio e tinha se formado em nutrição na Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), em Campo Grande.

Chocada com a notícia, Bruna Linhares, amiga do casal, não sabe dizer o que pode ter motivado o crime. "Eles eram evangélicos e muito queridos por todos. Não dá para acreditar", destacou.

Conforme Bruna, Kelly se casou no final de 2014, na Capital. "A família dela é de Ponta Porã, mas como estudou aqui, acabou se casando por aqui. Ela conheceu o Rafael [marido] na igreja, os dois tocavam saxofone e não tinham nenhuma característica de personalidade que fosse questionável", observou Bruna ao detalhar que Rafael trabalhava na Receita Federal.

O CRIME

Rafael Alves Borges, de 29 anos e Kelly Silgueiro Peralta, de 30 anos, foram encontrados mortos na manhã de hoje (11), no bairro Ignez Andreazza, em Ponta Porã.

Kelly e o marido estavam a caminho da casa dos pais, que moram no mesmo bairro. A nutricionista era irmã de Cristian Peralta, assassinado há algum tempo em Cuibá (MT).

Conforme o Ponta Porã Informa, as vítimas estavam dentro do veículo Hyundai, com placas de Campo Grande. O crime aconteceu às 11h46min e foram disparados mais de 50 tiros de pistola e metralhadora.

Os autores estavam em uma moto e fugiram logo após os disparos, segundo populares que não quiseram se identificar. De acordo com o delegado responsável pelo caso, Patrick Linares da Costa, ainda não é possível dizer se o crime tem ligação com o fato do parentesco entre vítima e o rapaz morto em Cuiabá.

"Ouvimos dizer que o irmão de Kelly, o Cristian, fugiu daqui [de Ponta Porã] para o Mato Grosso e acabou sendo morto lá. Mas ainda é muito cedo para afirmar qualquer coisa. Acabei de sair do local do crime", explicou o delegado ao informar que entre vítima e veículo foram contabilizados mais de 40 tiros.

Ninguém foi preso até o momento.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
MS registra 479 novos casos de Covid-19 e faixa etária de 30 a 39 anos é a mais afetada
AQUIDAUANA
Polícia Militar Ambiental autua infrator em R$ 2,3 mil por incêndio em leiras de vegetação proveniente de limpeza
ECONOMIA
Decisão do STF evita perda na arrecadação de R$ 1,2 bilhão, diz Reinaldo Azambuja
DOURADOS
Homem invade casa, tenta estuprar jovem e é detido por populares