Menu
Busca domingo, 28 de fevereiro de 2021

Café e pimenta podem causar perda de peso, mas exercício é fundamental

07 outubro 2011 - 15h30
07/10/2011 15h30

Café e pimenta podem causar perda de peso, mas exercício é fundamental

Bem Estar

O metabolismo é a atividade geral do organismo. É formado por um conjunto de reações químicas e hormonais, responsáveis por gerar energia e manter nosso corpo funcionando. Essa energia é adquirida pela alimentação e gasta em funções involuntárias – como o batimento do coração – nas atividades que exercemos no dia-a-dia.

No Bem Estar desta quarta-feira (5), endocrinologista Claudia Cozer e a nutricionista Patrícia Bertolucci explicaram como o metabolismo influi sobre o ganho e a perda de peso e sobre a sua disposição.

Por natureza, uma pessoa pode ter um metabolismo mais lento ou mais acelerado. O metabolismo mais lento facilita o ganho de peso, pois a pessoa tem mais dificuldade de gastar energia.

Para acelerar o metabolismo, é preciso fazer o corpo gastar energia. Não há melhor forma de fazer isso do que a atividade física. Além das calorias consumidas durante o exercício, o aumento da massa muscular faz com que o corpo passe a gastar naturalmente mais energia. Isso ocorre porque as células musculares precisam de mais energia do que as adiposas – de gordura.

Também por isso, não adianta ficar de olho na balança sem usar a fita métrica. O músculo pesa mais que a gordura. Assim, quando você faz exercícios físicos, pode perder medidas e ganhar saúde mesmo sem perder peso.

Alimentação
Existem alimentos que facilitam a queima da gordura e podem acelerar o metabolismo, desde que a pessoa faça também atividades físicas. A pimenta, o gengibre, o café e o chá verde são alguns dos chamados alimentos “termogênicos”, em razão de substâncias que eles contêm.

É preciso tomar cuidado com dietas bruscas e muito severas, pois elas podem desacelerar o metabolismo. Se você passa a comer bem menos que o normal, o organismo se adapta ao funcionamento com menos recursos. Quando a alimentação voltar ao normal, o organismo estará funcionando mais lentamente e vai estocar o que for consumido para criar uma reserva de segurança, que é a gordura.

Outros fatores que podem desacelerar o metabolismo são o hipotireoidismo – um problema no funcionamento da glândula tireoide –, a menopausa, no caso das mulheres, e alguns tipos de medicamentos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LOTERIA
Mega-Sena sai para um apostador que ganha 49 milhões
JUVENTUDE
Conselho Estadual da Juventude abre processo seletivo para representantes da sociedade civil
PONTA PORÃ
Polícia Militar flagra veículo transportando produtos de contrabando e descaminho
SAÚDE
Pesquisa: cepa do Amazonas do coronavírus gera mais carga viral