Menu
Busca quinta, 24 de setembro de 2020

Atual mulher do cantor Belo lançou seu ensaio nu com uma grande festa em boate no Rio

Atual mulher do cantor Belo lançou seu ensaio nu com uma grande festa em boate no Rio

13 dezembro 2011 - 15h00
EGO


Para encerrar de vez os boatos de que teria uma rixa pessoal com Viviane Araújo, a dançarina Gracyanne Barbosa falou sobre a sua posição em relação ao episódio que envolveu um funcionário de sua equipe, que teria sido agredido pela rainha de bateria do Salgueiro durante um evento na Cidade do Samba.

“Eu não vi nada e não posso falar nada. A única coisa que eu vi fui o tumulto todo acontecendo e as pessoas comentando. Eu e a Viviane nunca tivemos problemas. Os relacionamentos acabam e outros começam, mas o negócio é a gente tentar ser feliz da maneira como pode. Muita gente pensa que entre a gente existe esse tipo de disputa o que na verdade nunca teve. Só espero mesmo, de coração, que isso acabe logo”, desabafou Gracy nesta segunda-feira, 12, durante o lançamento da revista com o seu ensaio sensual, que aconteceu em uma boate na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio.

Relembre o caso
O incidente entre Viviane Araújo e o secretário particular de Gracyanne teria iniciado durante a festa de lançamento do CD com os sambas enredo das escolas de samba para o carnaval de 2012, que aconteceu no sábado, 3 de dezembro, quando a rainha de bateria do Salgueiro supostamente chamou Reinaldo de “veadinho, preto e escroto.”

O caso foi registrado pelo rapaz na 42ª DP, Recreio dos Bandeirantes. Na ocasião, Viviane Araújo negou o ocorrido e também prestou queixa contra Reinaldo por injúria e difamação: “Essa história toda é um absurdo, e a Viviane resolveu tomar providências. Ela prestou queixa contra o Reinaldo por calúnia, injúria e difamação”, informou a assessoria de Vivi.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BR 267
Polícia Militar intercepta e apreende duas caminhonetes que seriam utilizadas pelo crime organizado na região de fronteira
ECONOMIA
Pedidos de seguro-desemprego caem 9,3% na primeira metade de setembro
PONTA PORÃ
Polícia Civil prende mulher que forjou o sequestro do próprio neto
JUSTIÇA
Réus condenados no Tribunal do Júri têm recurso negado