Menu
Busca domingo, 31 de maio de 2020
INFLUENZA

Após 4 novas confirmações, mortes por gripe sobem para 10 em MS

31 maio 2019 - 14h00Por Dourados News

No período de uma semana, quatro novas mortes por gripe foram confirmadas em Mato Grosso do Sul, subindo para dez o número de vítimas pela doença neste ano no Estado. Todos os novos casos foram por Influenza A, sendo quatro deles H1N1.

Conforme a Secretaria Estadual de Saúde, novas mortes ocorreram em Três Lagoas, Inocência, Rio Verde de Mato Grosso e Campo Grande. Corumbá e Aquidauana já tinham registro de uma morte em cada cidade e Três Lagoas, outras quatro, somando agora cinco óbitos.

Vítima de Três Lagoas é um homem de 80 anos, que morreu no dia 25 de maio e sofria de Alzheimer e caquexia. Já em Campo Grande, óbito ocorreu no dia 26 de maio, sendo uma mulher de 84 anos, renal crônica e que tinha asma e hipotireoidismo.

Homem de 59 anos e outro de 52 foram as vítimas em Rio Verde de Mato Grosso e Inocência, respectivamente. Ambos não tinham doenças crônicas.

Boletim epidemiológico da última semana ainda não foi divulgado, não havendo informações sobre casos notificados e confirmados no período.

SINTOMAS

Conforme os profissionais da Saúde, o vírus H1N1 causa os mesmos sintomas das outras versões do vírus da Gripe, ou seja, o paciente apresenta sintomas de febre alta, mal-estar, dores de cabeça, espirros constantes e tosse. Em alguns casos de H1N1, pode haver também dificuldade para respirar ou falta de ar.

Quando os sintomas aparecem, o aconselhável é procurar imediatamente a Unidade de Saúde mais próxima da residência do paciente para o diagnóstico médico e tratamento adequado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ACIDENTE
Jovem fica em estado grave ao ser atingido por motorista bêbado em MS; carro dele vai parar em caçamba
PARALISIA
Do quarto 554 para novo lar: criança com paralisia cerebral é adotada e levada de MS para outro estado
INTERNACIONAL
EUA anunciam mais US$ 6 mi para ajudar Brasil no combate à pandemia
MÚSICA
Cantor e compositor Evaldo Gouveia morre de Covid-19 no Ceará