Menu
Busca sexta, 14 de agosto de 2020
MS

Com taxas de isolamento estagnadas, MS já contabiliza mais de 100 vidas perdidas para a Covid

03 julho 2020 - 13h00Por Portal do MS

A taxa de letalidade do novo coronavírus que era de 0,9% em Mato Grosso do Sul saltou para 1,1% nesta sexta-feira (3.7). Com 16 mortes o Estado bateu o recorde de óbitos registrados em decorrência da doença para um único dia, e agora contabiliza 107 conforme o último boletim epidemiológico. O número de infectados já soma 9,3 mil em 71 cidades.  

Na contramão, as taxas de isolamento social mapeadas continuam muito abaixo do recomendado pela Secretaria de Estado de Saúde (SES) de 60%. A adesão ao distanciamento nesta quinta-feira (2.7) foi de 37,8%, mesma média de junho, responsável pelo expressivo aumento dos casos do novo coronavírus no Estado.

Diante do cenário, o médico e secretário de saúde, Geraldo Resende desabafou. “Me causa indignação me deixa preocupado, se tivermos um crescimento de óbitos e de taxa de ocupação de leitos clínicos e de UTI, devido a expansão da doença. Principalmente pela falta do isolamento social. Fui treinando para salvar vidas, trazer vidas ao mundo, e hoje sou responsável por cuidar da vida do sul-mato-grossenses. Me sinto impotente diante dessa falta de apoio da população”.

Em Campo Grande o índice de recolhimento para este dia foi de 37,7%. No mapeamento das regiões com maiores movimentações as taxas registradas foram: Portal da Lagoa (22%), Maria Aparecida Pedrossian (22,5%), Moreninha (23,2%), Jardim do Córrego (23,3%), Nova Campo Grande (25%). No interior do Estado essas taxas variam entre 26,9% em Batayporã a 65,8% em Caracol. A lista completa de cidades pode ser conferida aqui.

Ao reforçar o pedido para que as pessoas que puderem fiquem em casa, usem máscaras de proteção da maneira correta e façam uso de álcool em gel nas mãos, o secretário afirmou que o único medicamento disponível e capaz de enfraquecer a Covid é o isolamento social. “A vida das pessoas são o maior patrimônio que temos, seja na pequena cidade do interior, seja na capital”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Caixa credita auxílio emergencial para 4,1 milhões nascidos em agosto
LOTERIA
Mega-Sena acumula mais uma vez e prêmio vai a R$ 27 milhões
PONTA PORÃ
Mulher acaba na delegacia após arremessar filho de 4 anos no chão
TEMPO
Sexta de tempo instável no sul e bastante calor nas outras regiões do Estado