Menu
Busca segunda, 25 de maio de 2020
SAÚDE

Paraguai fecha estradas para evitar disseminação do coronavírus

01 abril 2020 - 12h30Por Campo Grande News

Mesmo com número baixo de casos confirmados – 69 até ontem – e três mortes pelo novo coronavírus, o Paraguai colocou em prática nesta quarta-feira (1º) as medidas que ampliam a quarentena para conter a pandemia de Covid-19. Militares das forças armadas já ocupam boa parte das estradas que ligam a capital Asunción aos demais departamentos (equivalentes a estados) do país, que tem quase 500 quilômetros de fronteira com Mato Grosso do Sul.

De acordo com o governo, o objetivo é evitar ao máximo a circulação dos paraguaios entre as cidades, principalmente saída e chegada de cidadãos à região metropolitana da capital, onde se concentra a maioria dos casos.

Na Linha Internacional com Mato Grosso do Sul, desde a semana passada o Exército paraguaio mantém barreiras para evitar a circulação de pessoas. Valetas foram abertas em alguns trechos da fronteira e uma cerca de arame farpado foi instalada entre Pedro Juan Caballero e Ponta Porã, mas que paraguaios continuam passando livremente para fazer compras em cidades sul-mato-grossenses.

Na manhã de hoje, o ministro do Interior do Paraguai Euclides Acevedo disse que o objetivo das medidas de restrição ampliadas de hoje até o dia 12 deste mês é evitar que as pessoas saem de casa para mero passeio.

Ele reforçou o pedido para que as pessoas fiquem em casa, principalmente na Semana Santa. No Paraguai, a maioria da população de sete milhões de habitantes segue a religião católica.

"Temos sinais de esperança, mas não devemos baixar a guarda e ser ainda mais rigorosos. Queremos impedir que esses dias se transformem em meros dias de passeio, portanto, nesta Páscoa, devemos ficar em casa ”, afirmou o ministro à Rádio Monumental 1080 AM. 

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Senado aprova MP que altera cargos e funções na Polícia Federal
NOTÍCIAS
Responsáveis por mortes de búfalos devem ressarcir 75% de prejuízos ao criador
MS
Nem frio nem corona faz sul-mato-grossense ficar em casa, e isolamento atinge apenas 50% no fim de semana
INTERNACIONAL
Covid-19: OMS interrompe ensaio clínico com hidroxicloroquina