Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021

Brasil salva 6 match points, bate a Rússia e está na semifinal do vôlei feminino

Brasil salva 6 match points, bate a Rússia e está na semifinal do vôlei feminino

07 agosto 2012 - 14h35
Uol

A seleção feminina de vôlei finalmente espantou o velho fantasma da Rússia. Em sua melhor partida no torneio até agora, o Brasil, atual campeão olímpico, venceu por 3 sets a 2, eliminou sua velha carrasca e está na semifinal em Londres, por 24-26, 25-22, 19-25, 25-22, 21-19, depois de salvar seis match points.

A vitória em Londres espanta a lembrança dos fracassos contra a Rússia de Sokolova e Gamova em 2004, na semifinal dos Jogos de Atenas, e nos Mundiais de 2006 e 2010, quando as brasileiras perderam para as europeias na final. Agora, o sonho do bi olímpico segue vivo, e o vôlei feminino vai disputar uma vaga na final mais uma vez, como tem acontecido desde 1988.

Desde então, as meninas do vôlei ficaram em quarto lugar duas vezes (1992 e 2004), foram bronze outras duas (1996 e 2000) e levaram o ouro em Pequim. Agora, brigarão por uma vaga na decisão com o Japão, que eliminou a China no jogo anterior. Além da conquista da vaga, o Brasil sai empolgado por ter eliminado uma rival de peso com sua melhor atuação dos últimos meses, apagando o péssimo começo de Olimpíadas.

Depois de uma primeira fase turbulenta, em que quase foi eliminado, o Brasil jogou de igual para igual com a Rússia na maior parte do jogo. Bem no bloqueio e na defesa, o time segurou relativamente bem as gigantes Goncharova e Gamova, foi preciso no ataque e se manteve ligado em quase todo o jogo.

Sempre com o apoio das arquibancadas, a seleção seguiu bem, aproveitou-se dos poucos erros da europeia e chegou a abrir 19 a 16, mas um erro de saque de Fabiana e a insistência com Sheilla do fundo da quadra deixaram a Rússia encostar. Só que o Brasil mostrou, de novo, controle emocional, voltou a jogar e fechou em 25 a 22.

No tie-break, sob tensão total, o Brasil começou na frente. Os dois pontos de vantagem logo de cara deram segurança às jogadoras, que se não foram brilhantes também não vacilaram. Com Sheilla especialmente inspirada, a seleção trocou pontos até a decisão do set, quando venceu de forma emocionante. Um erro de arbitragem claro em um ataque de Fernanda Garay mexeu com o time. A Rússia encostou, passou e teve seis match points, até que o Brasil reagiu e venceu por 21 a 19, após um belo saque de Fernanda Garay e a confirmação da vitória em ataque de Fabiana.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Saúde alerta sobre ligações e SMS falsos de cadastro para vacinação
IMUNIZAÇÃO
Primeiros imunizados contra Covid-19 relatam emoção e encorajam população
REGIÃO
Administrador de empresas é autuado por desmatamento ilegal
SAÚDE
Distanciamento continua fundamental, mesmo com vacinação, diz Opas