Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

MP diz que Douradão não poderá receber jogos no início da série B

11 junho 2012 - 16h40
MS Já


A Federação de Futebol de Mato Grosso do Sul (FFMS) divulgou na semana passada, no site oficial, que quatro estádios do Estado – incluindo o Douradão - não poderão receber jogos do Campeonato Sul-Mato-Grossense de Futebol da segunda divisão.

A medida, segundo a entidade, partiu do Ministério Público (MP), apontando que tanto o estádio local, quanto o Andradão em Nova Andradina, Aral Moreira em Ponta Porã e o André Borges em Coxim estão com alguns laudos irregulares.

De acordo com a federação, as situações mais críticas estão nos campos da fronteira e de Nova Andradina, onde o MP abriu inquérito civil para apurar os componentes de segurança para os torcedores.

Conforme a tabela divulgada pela FFMS, o União 'ex-Campo Grande' e agora de Dourados e a equipe do Bonitto, de Bonito, mandariam seus jogos no Douradão. Na nova planilha informada pela entidade, os mandos de ambos os times aparecem como 'a definir'.

Funed

De acordo com a Fundação de Esportes de Dourados (Funed), responsável pela manutenção do estádio Douradão, todos os laudos foram entregues para a FFMS no início do ano.

Em 2012, o Douradão recebeu as partidas do Sete de Dourados no campeonato estadual da primeira divisão e abrigou também os duelos sul-mato-grossenses na Copa do Brasil, com o Aquidauanense recebendo o Bahia de Feira de Santana (BA) e o Cene jogando contra o Atletico-MG.

Um engenheiro da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) esteve no município em janeiro e liberou o estádio para as partidas nacionais. Na época, dirigentes do time de Minas Gerais vieram à Dourados para realizar a logística da equipe e elogiaram a estrutura do local.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Governador determina distribuição imediata das novas doses da vacina
FRONTEIRA
Mais de 140 quilos de cocaína foram apreendidos pelo DOF durante a Operação Hórus
ECONOMIA
Nascidos em novembro podem sacar auxílio emergencial a partir de hoje
EDUCAÇÃO
Segundo dia de Enem tem abstenção de 55,3%