Menu
Busca segunda, 28 de setembro de 2020

Patricia Amorim muda o discurso, e técnico Vanderlei Luxemburgo é demitido do Flamengo

Patricia Amorim muda o discurso, e técnico Vanderlei Luxemburgo é demitido do Flamengo

03 fevereiro 2012 - 08h46
Uol

Nesta quinta-feira, após reunião na casa de Hélio Ferraz, vice geral do Flamengo, foi decidida a saída de Vanderlei Luxemburgo do comando da equipe. Mesmo após a classificação na Libertadores da América, o clube optou pela demissão do treinador. Seu substituto ainda não foi definido.

A decisão foi comunicada após uma noite tumultuada, em que a notícia da demissão do técnico vazou para o elenco rubro-negro antes do duelo contra o Real Potosí, pela primeira fase da Copa Libertadores. A presidente do clube, Patrícia Amorim, momentos antes da partida, negou veementemente a saída do comandante rubro-negro que, após a classificação para a fase de grupos, chegou a garantir que não foi informado de nada e estaria no comando do clube.

Um dos grandes articuladores desta ação foi o vice-presidente de finanças, Michel Levy. O dirigente, braço direito de Patrícia Amorim, que está tratando de todos os detalhes desta demissão. Além de Luxemburgo, haverá uma limpa na comissão técnica do Flamengo. O supervisor de futebol, Isaias Tinoco, o preparador físico, Antônio Melo, além do auxiliar Antônio Lopes Júnior também serão dispensados com a saída do treinador do comando técnico do clube.

Apenas o diretor executivo Luiz Augusto Veloso irá se "salvar" da demissão em massa. O dirigente deixará o comando do futebol, mas continuará no clube. Mantido pela amizade de sua esposa, Cristina Callou, com Patrícia Amorim, Veloso será deslocado para uma nova função, ainda indefinida.

Chegada bem-humorada

Após o vazamento da informação sobre suas respectivas demissões, Luxemburgo e Isaías Tinoco deixaram o CT do Ninho do Urubu, em Vargem Grande, zona oeste da cidade, e partiram em direção à Gávea, onde chegaram por volta das 17h30. Apesar da tensão do momento, Luxa mostrou bom humor e brincou com fotógrafos que aguardavam sua chegada.

"Olha essa câmera na minha porta. Cuidado com meu carro. Assim você vai quebrá-lo (risos)", amenizou Vanderlei, que subiu rapidamente para a sala da presidente Patrícia Amorim, onde será informado oficialmente sobre seu desligamento do rubro-negro.

Um dos maiores problemas da demissão de Vanderlei Luxemburgo no cargo era uma multa no contrato do treinador. Caso o Flamengo resolvesse dispensar o treinador, o clube teria de pagar R$ 4 milhões ao técnico. Michel Levy será o responsável por levantar estes recursos para solucionar o problema. A ideia da diretoria é de economizar com o próximo comandante rubro-negro para custear esta demissão.

A saída do técnico irá solucionar parte dos problemas da cúpula de futebol do Flamengo, já que Vanderlei Luxemburgo não tinha mais um bom relacionamento com o elenco, principalmente com o meia Ronaldinho Gaúcho. Ainda não se sabe qual será o novo comandante, mas Joel Santana, atualmente no Bahia, e Renato Gaúcho, sem clube, são os mais cotados para dirigir a equipe.

Apesar da indefinição sobre o nome do novo técnico, um detalhe é praticamente certo no Flamengo: o nome do novo gestor do futebol. Trata-se de Paulo Angione, ex-Vasco e atual gerente-executivo de futebol do Bahia. Os primeiros contatos já foram feitos e está quase tudo encaminhado para que o dirigente assuma o futebol rubro-negro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SEGURANÇA PÚBLICA
Governo investe R$ 5,4 milhões em munições para a Polícia Civil e Militar
AUXÍLIO
Caixa paga nova parcela a 9,4 milhões de beneficiários nesta segunda
COSTA RICA
Polícia Militar em conjunto com a Polícia Civil apreende armamentos
TEMPO
Semana será de tempo firme e temperaturas elevadas em Mato Grosso do Sul