Menu
Busca domingo, 26 de maio de 2019
GERAL

Rally dos Sertões é estratégia para Mato Grosso do Sul ganhar o mundo

04 abril 2019 - 06h45Por Da Redação

Uma das maiores competições off-road do mundo será utilizada pelo governo brasileiro como ferramenta de promoção do País no mundo. O Rally dos Sertões, que chega a 27ª edição em 2019 com largada de Campo Grande, foi apresentado nesta quarta-feira (3/4), para empresários do turismo na World Trade Market Latin America (WTM LA), uma das maiores feiras do segmento realizada anualmente em São Paulo.

Mato Grosso do Sul será palco para o rali pela segunda vez. “Em 2017 tivemos a chegada em Bonito, depois da passagem por Coxim e Aquidauana. Agora, com a largada em Campo Grande, MS se torna vitrine para o mundo. Nossa estratégia é divulgar atrativos, belezas naturais e potencialidades turísticas para que brasileiros e estrangeiros possam conhecer nosso Estado”, afirmou o governador Reinaldo Azambuja, que participou da apresentação.

A “oportunidade única” de colocar Mato Grosso do Sul em evidência foi destaque do secretário Eduardo Riedel (Governo e Gestão Estratégica). “O Rally foi apresentado oficialmente à imprensa do Brasil e do mundo numa das maiores feiras de turismo das américas, com as presenças do Ministério do Turismo e do Governo do Ceará, onde será a chegada da competição. É um momento importante para nós, pois estamos expondo nossos potenciais no turismo, que tem crescido muito”, disse.

MS é representado na WTM LA pela Fundação de Turismo (Fundtur), além de empresários e técnicos do Sebrae/MS. “Aqui estamos dando o tom da nova gestão do governador Reinaldo Azambuja, que tem como pauta permanente o turismo como desenvolvimento econômico. Nesse sentido, a parceria com o Rally traz mais visibilidade para a Capital Morena e consolida MS como rota do off-road no Brasil”, afirmou o diretor-presidente da Fundtur, Bruno Wendling. 

Também esteve presente na apresentação do Rally, o secretário-adjunto da Secretaria de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Ricardo Senna.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Bolsonaro diz que Câmara votará porte de arma para produtor rural
POLÍTICA
Bolsonaro volta a defender mudanças na CNH e fim dos radares
NOVA ANDRADINA
Ciclista morre após ter a cabeça esmagada por carreta
MATO GROSSO DO SUL
Governador nomeia Fábio Rombi Defensor Público-Geral do Estado