Menu
Busca quarta, 25 de novembro de 2020

Sob pressão, Luxemburgo diz que segue trabalho no Fla

Sob pressão, Luxemburgo diz que segue trabalho no Fla

02 fevereiro 2012 - 14h20
Agencia Estado


Sob risco de ser demitido no Flamengo, Vanderlei Luxemburgo tentou demonstrar serenidade após a vitória por 2 a 0 sobre o Real Potosí, quarta-feira, no Rio, que classificou a equipe para a fase de grupos da Libertadores. O treinador disse que está concentrado apenas no seu trabalho e garantiu que não conversou com a diretoria sobre uma saída do clube, tentando se manter alheio às notícias sobre sua possível demissão.

"Eu sou profissional de futebol, minha cabeça estava totalmente focada para esse objetivo de hoje, eu sempre disse que os dois jogos eram os mais importantes da temporada no Flamengo. A vida que segue, normal, minha cabeça já está focada no jogo de sexta-feira. Estou muito feliz hoje porque alcançamos nosso objetivo. Vamos seguir nosso trabalho", afirmou.


Luxemburgo está no comando do Flamengo desde o segundo semestre de 2010 e sofreu forte desgaste nas últimas semanas, após desentendimento com o astro Ronaldinho Gaúcho. O treinador pediu a dispensa do jogador, que teria levado uma mulher para a concentração da equipe em Londrina, mas não foi atendido pela diretoria.


Além disso, Luxemburgo fez críticas públicas a Michel Levy, vice-presidente de finanças do clube e um dos principais aliados da presidente Patricia Amorim. Assim, os rumores sobre a saída do técnico, que poderia ser substituído por Joel Santana, hoje no Bahia, aumentaram nos últimos dias.


O treinador, porém, garante estar concentrado apenas nos compromissos do Flamengo, enquanto a diretoria não se pronunciou oficialmente sobre o futuro de Luxemburgo. A equipe volta a jogar na próxima sexta-feira, no Engenhão, contra o Olaria, pela terceira rodada da Taça Guanabara - o primeiro turno do Campeonato Carioca. O técnico aproveitou para ressaltar que tem alcançado os objetivos traçados no clube.


"Foi concluída hoje, hoje concluímos esta etapa então está todo mundo de parabéns, diretoria, jogadores, comissão, torcida. Ano passado, tivemos 7 meses de invencibilidade, poucas derrotas, conquistamos a vaga e esse ano iniciamos a temporada com a Pré-Libertadores sabendo que iríamos encontrar dificuldade muito grande jogando em Potosi. Lá demos o primeiro passo. Dentro dessa projeção toda temos 17 jogadores do juniores que jogaram no time principal. Entendo que todos os questionamentos, todas as situações possíveis são normais no futebol e como profissional do futebol entendo que isso é normal", disse Luxemburgo.


A vitória de quarta-feira por 2 a 0 sobre o Real Potosí, com gols de Léo Moura e Ronaldinho Gaúcho, garantiu a presença do Flamengo no Grupo 2 da Libertadores, ao lado de Lanús, Olímpia e Emelec. A estreia na chave será em 15 de fevereiro, na Argentina, contra o Lanús.

Deixe seu Comentário

Leia Também

DIREITOS HUMANOS
Mídia é parceira no combate violência para mulher, dizem especialistas
JUSTIÇA
2ª Câmara Criminal mantém sentença de condenado por tráfico de drogas
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda e cai a R$ 5,32
REGIÃO
Polícia Militar prende autor de ameaça com simulacro em Paranaíba