Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

"A pior coisa que eu fiz foi ter fumado", diz Claudia Raia

"A pior coisa que eu fiz foi ter fumado", diz Claudia Raia

02 dezembro 2011 - 15h50
Gente Babado

O oncologista Drauzio Varella lançou em 13 de novembro, no "Fantástico, a campanha "Brasil sem Cigarro". iG Gente pegou carona na causa e mostra a relação dos famosos com o tabaco. Em primeiro lugar, conversou com o próprio médico, que foi fumante durante 20 anos e perdeu um irmão de câncer no pulmão. Em seguida, foi ouvir as histórias de outros famosos, como a ex-fumante Claudia Raia.

"Fumei durante 12 anos e parei. Começei aos 12 anos para imitar a minha irmã. Olha que coisa cafona!", conta Claudia. "Mas com 24 anos parei completamente", continua. A atriz revelou que comemora a data com direito a "Parabéns a Você". "Estou fazendo 19 anos de não fumante e todo dia 7 de junho eu acendo uma vela e canto "Parabéns' pra mim mesmo, só que sem bolo."

Claudia se arrepende de ter sido fumante e conta que foi difícil enfrentar os primeiros dias sem o cigarro. "A pior coisa que eu fiz foi ter fumado. Parei porque eu dançava, dançava e saia sem ar. Aí eu falei: 'Gente vou morrer de enfisema (pulmonar). Os primeiros dias foram muito difíceis mas vale a pena, dá para parar, mesmo.

Atualmente Cláudia estrela o musical "Cabaret", em São Paulo, e sua personagem, Sally Bowles, uma prostituta e dançarina que se apaixona por um escritor, é fumante. "Hoje em dia eu fumo um cigarro de alface em cena. Eu não ponho um cigarro na boca, mesmo."

Deixe seu Comentário

Leia Também

PANDEMIA
Internações e óbitos por coronavírus voltam a subir em Mato Grosso do Sul
MEIO AMBIENTE
Força-tarefa conta com mais de 50 homens no combate aos focos de calor no Amolar
SAÚDE
Vacinação contra febre aftosa já imunizou 166 milhões de animais
NOTÍCIAS
Motorista embriagado deve indenizar vítima de acidente de trânsito