Menu
Busca quinta, 21 de janeiro de 2021

Advocacia e sociedade enfrentam dificuldades com processo eletrônico

Advocacia e sociedade enfrentam dificuldades com processo eletrônico

12 setembro 2012 - 14h40
Divulgação


Desde da instalação do processo eletrônico em 2ª grau, em julho deste ano, a OAB/MS acompanhou os problemas ocorridos com o novo sistema, principalmente processos que “desapareceram” e o impedimento para peticionar. Segundo o candidato à presidência da Ordem e vice-presidente da entidade, Júlio César Souza Rodrigues, o combate ao transtorno causado pelo novo sistema ao advogados sempre foi prioridade.

“Não é possível admitir que o sistema impeça o trabalho do advogado, principalmente quando processos somem na distribuição. Desde que foram registradas as primeiras queixas, cobramos soluções imediatas do TJ/MS”, explica Júlio César.

Diversas reuniões, solicitadas pela OAB/MS, na figura do presidente Leonardo Avelino Duarte e Júlio César, foram realizadas junto com o Tribunal, para que os problemas fossem solucionados. “Não podemos aceitar como resposta que esses impedimentos e transtornos fossem tratados como meros 'problemas técnicos'. São habeas corpus, mandatos de segurança e outros processos que ficaram parados na distribuição”, revela Júlio César.

Depois de diversos expedientes da OAB/MS, foi elaborado um mutirão de técnicos para avaliar e calibrar o sistema, além do TJ/MS ter atendido pedidos de prorrogação de prazos, para tentar mediar a situação. Também foram agendadas reuniões semanais dos departamentos de informática da OAB e do TJ/MS, como forma de monitoramento de qualquer queda no sistema. “Pode parecer que não, mas, estamos acompanhando todo e qualquer problema que acontece. Seja pelo telefone, pelo 'Reclame Aqui' e até e-mails que recebemos”, avisa Júlio César.

O Reclame Aqui (http://www.oabms.org.br/ordem/reclame) foi criado na atual gestão da OAB/MS, junto de outros serviços como o “Central de Prazos” (http://www.oabms.org.br/ordem/acompanhamento) e o SOS Morosidade (http://www.oabms.org.br/ordem/sosmorosidade), para registrar e resolver problemas que a advocacia venha a ter. Desde mal atendimento em cartórios até processos parados, a Ordem sempre esteve por você.

“Nesta gestão trabalhamos muito para não deixar a advocacia desamparada e temos muito trabalho pela frente. Conto com você”. Júlio César Souza Rodrigues.

Site: Fatimanews

Deixe seu Comentário

Leia Também

INTERNACIONAL
EUA se juntarão à Covax, que busca distribuir vacinas a países pobres
FINANÇAS
Governo do MS repassou R$ 3,3 bilhões aos 79 municípios em 2020
TACURU
Veículo com mais de 200 quilos de maconha que seguia para Mundo Novo foi apreendido pelo DOF
ESTADO
Governo de MS amplia ações em saúde voltadas para população LGBT