Menu
Busca quarta, 27 de janeiro de 2021

Anta resgatada em piscina deve ficar 4 meses no Cras e será solta

01 agosto 2012 - 14h00
Campograndenews


Apesar do tratamento diário recebido no Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres), a anta resgatada na última sexta-feira (27), no bairro Chácara dos Poderes, em Campo Grande, deverá permanecer por pelo menos quatro meses no centro de reabilitação.

De acordo com o médico veterinário Álvaro Cavalcanti, o animal está com as patas feridas, com machucados pelo rosto e a cicatrização é lenta. Ele ainda explica que a ferida na pata incomoda e causa muita dor. “Ela se debateu muito tentando sair da piscina e machucou as patas”.

Depois de recuperada, a anta deverá ser solta na região entre as cidades de Jaraguari, Ribas do Rio Pardo ou Água Clara. A área de soltura, segundo Cavacanti, é ideal, já que o local apresenta comida e água em abundância, além de ter outras antas. “É uma área de cerca de 30 km entre as três cidades”.

Na sexta-feira, ao chegar ao Cras, a anta recebeu remédios tranquilizantes, já que tremia e estava assustada, conforme explicou Cavalcanti. No sábado, o animal foi anestesiado para uma avaliação mais profunda, onde foi possível constatar que grande parte do casco das patas estavam dilacerados. “As lesões foram grandes e o lugar onde está machucado tem cicatrização lenta. As camadas de gel que ficam entre o osso e as lamínulas do casco foram prejudicadas”, completou.

Segundo o veterinário, com as patas machucadas o animal não consegue se locomover e ainda conclui que a “anta está 100% debilitada porque está impedida de andar”.

A medicação está sendo ministrada na alimentação, dissipada em frutas. “Colocamos o remédio no meio da banana, da goiaba, ou de outra fruta, para ela comer. Ela vai emagrecer porque está debilitada. Não damos ração porque já houve relato de prolapso do reto”.

O veterinário conclui que serão gastos cerca de R$ 2 mil com medicação para o tratamento da anta, no período de quatro meses. “Além dos custos indiretos como alimentação, luz, água”, explica.

A anta foi encontrada na piscina de uma chácara abandonada pelo caseiro de uma propriedade vizinha. Bombeiros e policiais militares ambientais fizeram o resgate do animal.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Tereza Cristina: transformação digital deve inserir agronegócio
SAÚDE
Covid-19: OMS aponta presença da variante de Manaus em oito países
POLÍTICA
Governo federal diz que não se envolve em compras privadas de vacina
ECONOMIA
Bolsonaro apela para que caminhoneiros não façam greve