Menu
Busca sexta, 26 de fevereiro de 2021

Após divórcio, Cabral reata com a mulher

31 agosto 2011 - 15h20

Após divórcio, Cabral reata com a mulher

G1

O governador do Rio, Sérgio Cabral, reatou com a mulher, Adriana Ancelmo, de quem tinha se divorciado oficialmente em julho deste ano. A informação foi confirmada pela assessoria do governador nesta quarta-feira (31). Pela manhã, Cabral beijou Adriana durante agenda oficial no Hospital Pro Criança, em Botafogo, na Zona Sul do Rio.

Ainda de acordo com a assessoria do governador, Adriana Ancelmo já tinha acompanhado Cabral em viagem oficial a Madri, na Espanha, este mês.

Na época do divórcio, o Tribunal de Justiça do Rio havia informado que a dissolução amigável do casamento foi julgada procedente pela 6ª Vara de Família do Rio nesta terça-feira (5).

Frota de bondes sucateada, diz Cabral
Durante a agenda oficial na manhã desta quarta-feira (31), Cabral falou pela primeira vez sobre o acidente com o bonde de Santa Teresa, no Centro do Rio, que deixou cinco mortos e mais de 50 feridos, ocorrido no sábado (27). "A verdade é que é a frota dos bondinhos é uma frota sucateada. Ela é uma frota onde foram reformados alguns bondes e outros não. A verdade também é que não há controle de passageiros. (...). Me parece que era um problema de gerência. De gerência desse tipo de controle", afirmou o governador.

Cabral participou da cerimônia em que um cheque de R$ 30 milhões do empresário Eike Batista foi doado para a finalização das obras do Hospital Pro Criança.

O governador lamentou o acidente no sábado e disse que o estado não fugirá de suas responsabilidades. “Nossa manifestação de consternação e solidariedade aos familiares e vítimas dessa situação. O estado se coloca à disposição e não vai fugir das duas responsabilidades”, disse.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BATAYPORÃ
Polícia Civil incinera 330kg de drogas
CHAPADÃO DO SUL
Polícia Civil prende foragido da Justiça durante atendimento a ocorrência de violência doméstica
GERAL
Tecnologia 5G estará disponível em todas as capitais até julho de 2022
FINANÇAS
Governo paga R$ 392 milhões em salários na segunda-feira