Menu
Busca sábado, 23 de janeiro de 2021

Atenção à queima, indigestão e dores no estômago

Atenção à queima, indigestão e dores no estômago

17 maio 2012 - 14h40
Web Radio Saude


Muitas pessoas sentem mal estar, dores e queimação no estômago logo depois de comerem. Esse tipo de problema acaba até mesmo tirando os chamados prazeres da mesa.

Mas alguns hábitos simples podem mudar isso, ajudando o organismo a fazer uma boa digestão.

O gastroenterologista do Grupo Hospitalar Conceição, ligado ao Ministério da Saúde, Marcus Vinícius Osório, explica que mastigar bem, fazer a refeição em ambiente tranquilo e com calma são hábitos que podem ajudar o estômago a funcionar melhor.

O médico alerta para os sintomas mais comuns e que podem ser causados por várias doenças como gastrite, úlcera e até câncer: “Perda de peso, emagrecimento, se a pessoa tem dificuldade de deglutir, sente a passagem do alimento na deglutição com dificuldade, se tem vômitos, principalmente vômitos com sangue, ou raias do sangue, se apresenta fezes escurecidas, se esses sintomas acordam a pessoa no meio da noite, se a pessoa tem uma historia familiar importante para doenças do estômago.”

O médico explica que para se evitar problemas como dor e queimação de estômago é importante não ficar muito tempo sem comer: “Comer o maior número de vezes e uma menor quantidade a cada refeição, fazer uma refeição a cada três horas mais ou menos, com um volume pequeno de alimentação, procurar não deitar de estômago cheio, evitar excessos de alimentos gordurosos, evitar excessos de alimentos temperados, condimentados, evitar excessos de alimentos com cafeína, evitar excesso de bebida e de álcool e não fumar que também afeta muito o estômago e o aparelho digestivo como um todo.”

Marcos Vinicius Osório recomenda que as pessoas que têm problemas digestivos procurem um médico, pois o tratamento para o problema varia de paciente para paciente.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TEMPO
Meteorologia prevê sábado com pancadas de chuva e máxima de 33°C
MS
Em quatro dias, mais de 11 mil pessoas foram vacinadas contra Covid-19 em Mato Grosso do Sul
SAÚDE
Vacinas da AstraZeneca chegam ao Brasil
SAÚDE
Covid-19: Anvisa aprova segundo lote da vacina CoronaVac