19/01/2013 7h10

Corpo de Walmor Chagas passa por autópsia no interior de SP

 

Folha de São Paulo

O corpo de Walmor Chagas chegou ao IML de Guarantinguetá às 21h45, levado por uma funerária que presta serviços para a polícia, e passa por autópsia.

O major Hélcio da Silva Vieira, comandante interino do 23º Batalhão da PM em Lorena (que cobre a área de Guarantinguetá), informou que a PM foi acionada pelo 190 por volta das 17h. Cinco viaturas das polícial militar, civil e científica, além do Samu e dos Bombeiros, foram deslocadas para o sítio para atender a ocorrência.

Os policiais encontraram o corpo de Walmor caído no chão, em um cômodo semelhante a um quarto de descanso, com televisão e aparelho de DVD.

Após informar inicialmente que o havia marca de tiro no peito do ator, no fim da noite a Polícia Civil confirmou que a causa da morte foi um disparo contra a cabeça. A primeira hipótese de investigação é que Walmor tenha cometido suicídio.

 
Walmor Chagas na sua chácara em Guaratinguetá, a 187 km de SP.

Fernando Donasci - 27.mar.06/Folhapress

Walmor morava no interior havia muitos anos, num hotel-fazenda chamado Sete Nascentes, no bairro das Pedrinhas. O ator era dono da pousada.

José Arteiro de Almeida, administrador do estabelecimento, foi quem encontrou o corpo, por volta das 16h40 da tarde desta sexta, e chamou a polícia logo em seguida.

À Folha, Almeida, que trabalhava com Walmor havia 30 anos, afirmou que todos os funcionários já tinham ido embora e só ele e o ator estavam no local. Ele saiu para tomar banho e, quando voltou, encontrou o corpo.

Segundo Almeida, embora Walmor estivesse sofrendo de diabetes, ele aparentava estar normal e sem apresentar indícios de que poderia cometer suicídio.

"Ele foi fazer uns exames em São Paulo, comprou uns remédios, mas voltou 'de boa'", disse Almeida. Em seguida, em entrevista ao programa "Brasil Urgente", da Band, ele comentou que o ator estava com uma arma no colo quando o corpo foi encontrado.

A região onde fica o hotel-fazenda está na encosta da serra da Mantiqueira, um lugar de difícil acesso.

Segundo informações da polícia, um delegado do 2º DP e investigadores de plantão estão no local. Como a comunicação com a equipe é difícil, não há mais informações sobre o caso até o momento.

Nascido em Porto Alegre, o ator estreou com uma pequena participação num episódio do "Grande Teatro Tupi", da TV Tupi, em 1953. No cinema, estreou em 1965, em "São Paulo S.A.", de Luís Sérgio Person. Um de seus últimos papéis foi vivido no filme "Cara ou Coroa" (2012), de Ugo Giorgetti. Em 2008, foi premiado pelo conjunto de sua obra cinematográfica no Festival de Gramado.

Na TV, participou de novelas como "A Favorita" (2008), "Pé na Jaca" (2006), "Esperança" (2002), "Selva de Pedra" (1986) e "Vereda Tropical" (1984), na Globo, e "Caminhos do Coração" (2007), na Record.

Walmor Chagas foi uma das estrelas do TBC, o Teatro Brasileiro de Comédia --uma das referências de arte dramática no país nos anos 50 e 60--, ao lado de Cacilda Becker (1921-1969), com quem se casou e teve uma filha, a cantora Maria Clara Becker, adotada pelo casal em 1964. Em março deste ano, o ator seria homenageado pelos 64 anos de teatro na cerimônia do Prêmio Shell, no Rio.

Em 2011, em entrevista à série "Grandes Atores", da GloboNews, falou sobre as poucas aparições nos últimos anos e disse que passou a se sentir deslocado no circuito das artes. "É como um atleta: tem um período de auge, depois começa a decair." Disse, ainda, que um ator tem de saber a hora de sair de cena.

PROBLEMA DE VISTA

Alguns dos colegas de Walmor relatam seus problemas com doenças na vista. "Apesar de mais fraco fisicamente, Walmor ainda tinha uma cabeça muito boa. Quando fui a seu sítio para conhecê-lo [no ano passado], ele já estava com problema na visão", diz o cineasta Bernard Attal, diretor de "A Coleção Invisível", inédito e previsto para estrear no segundo semestre.

"Como o personagem do meu filme era um colecionador cego, só precisei de duas horas ao lado dele para não ter dúvidas sobre quem seria o ator. Quando 'A Coleção Invisível' passou no Festival do Rio, ano passado, ele achava que poderia ganhar o prêmio de melhor ator coadjuvante e revitalizar a carreira. Ele tinha muita vontade de fazer mais cinema", diz o diretor.

"Apesar dos problemas físicos, como uma doença que tinha na vista, ele era uma pessoa alegre e bem-humorada. Tinha uma voz impressionante, idêntica à voz dos tempos em que filmou 'São Paulo S/A'. Vivia absolutamente sozinho no sítio, mas parecia gostar muito disso. Quando vinha filmar ficava ansioso para voltar para casa", diz Julia Ianina, 29, atriz que fez o papel de neta de Walmor no filme "Cara ou Coroa".

 
Walmor Chagas em cena do filme

PRINCIPAIS TRABALHOS DE WALMOR CHAGAS

Teatro

1948 - "Antígone", de Jean Anouilh

1949 - "Hedda Gabler", de Henrik Ibsen (direção e atuação)

1950 - "Assim É...(Se lhe Parece)", de Luigi Pirandello

1951 - "O Homem e as Armas", de Bernard Shaw

1955 - "Volpone", de Ben Jonson

1956 - "Gata em Teto de Zinco Quente", de Tennessee Williams, encenação de Maurice Vaneau, em 1956

1965 - "Quem Tem Medo de Virgínia Woolf?", de Edward Albee

1969 - "Esperando Godot", de Samuel Beckett

1969/70 - "Hamlet", de William Shakespeare

1986 - "Encontro com Fernando Pessoa"

1999 - "Um Equilíbrio Delicado", de Edward Albee

Cinema

1965 - "São Paulo S/A"

1970 - "Beto Rockfeller"

1973 - "Mestiça, a Escrava Indomável"

1976 - "Um Homem Célebre"

1976 - "Xica da Silva"

1978 - "Joana Angélica"

1979 - "Memórias do Medo"

1980 - "Asa Branca - Um Sonho Brasileiro"

1981 - "Filhos e Amantes"

1982 - "Luz del Fuego"

1983 - "Parahyba, Mulher Macho"

1985 - "Patriamada"

1988 - "Banana Split"

1990 - "Beijo 2348/72"

1994 - "Mil e Uma""

2001 - "Histórias do Olhar"

2001 - "Memórias Póstumas"

2007 - "Valsa para Bruno Stein"

2012 - "Cara ou Coroa"

2012 - "A Coleção Invisível"

TV

1965 - "A Outra"

1965 - "Teresa"

1966 - "O Amor Tem Cara de Mulher"

1967 - "Presídio de Mulheres"

1969 - "Nenhum Homem É Deus"

1970 - "As Bruxas"

1974 - "Corrida do Ouro"

1975 - "O Grito"

1977 - "Locomotivas"

1979 - "Como Salvar Meu Casamento"

1980 - "Coração Alado"

1981 - "O Amor É Nosso"

1982 - "Avenida Paulista"

1982 - "Final Feliz"

1983 - "Eu Prometo"

1984 - "Caso Verdade, Esperança"

1984 - "Vereda Tropical"

1986 - "Selva de Pedra"

1987 - "Mandala"

1988 - "O Pagador de Promessas"

1993 - "Sex Appeal"

1993 - "Sonho Meu"

1996 - "Salsa e Merengue"

1997 - "Malhação"

2000 - "Marcas da Paixão"

2001 - "Os Maias"

2002 - "Esperança"

2005 - "Mad Maria"

2006 - "Pé na Jaca"

2007 - "Caminhos do Coração"

2008 - "A Favorita"

2009 - "Os Mutantes"

Seja o primeiro a comentar!

Envie seu Comentário!

Restam caracteres. * Obrigatório
Digite as 2 palavras abaixo separadas por um espaço.
 

Anuncie | Contato | Expediente | Política de Privacidade

Este material não pode ser publicado, transmitido, reescrito ou redistribuído. Copyright 2011 © Conesul News - Todos os direitos reservados. Desenvolvido por: Lobo Tecnologia&Internet