Menu
Busca terça, 26 de março de 2019
(67) 9.9973-5413
PI SANESUL
EM SÃO PAULO

Azambuja manifesta apoio à Agenda Brasil e diz que tem pressa em ver o País crescer

08 novembro 2018 - 17h05Por Da redação

O governador Reinaldo Azambuja afirmou nesta quinta-feira (8/11), que apoiará iniciativas econômicas e institucionais do novo governo federal que atendam às necessidades do povo brasileiro. Acompanhado dos governadores eleitos de São Paulo e do Rio Grande do Sul, João Dória e Eduardo Leite, Reinaldo Azambuja manifestou apoio à chamada “Agenda Brasil”.

“Temos pressa em ver o País crescer”, afirmou o sul-mato-grossense em entrevista coletiva à imprensa, realizada em São Paulo.

O governador destacou que o manifesto não se trata de adesão ao governo do presidente eleito Jair Bolsonaro, mas sim de apoio com pautas consideradas fundamentais para o crescimento da economia e geração de emprego e renda no Brasil.

No encontro, os governadores destacaram que, juntos, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Rio Grande do Sul detêm 37% do Produto Interno Bruto (PIB) nacional (R$ 2,4 trilhões) e 29% da população do País (59 milhões de pessoas). “Queremos que o Brasil avance no desenvolvimento econômico. Tenho compromisso redobrado com meu Estado e não vamos abrir mão da Agenda Brasil”, afirmou o governador de MS.

Entre as prioridades citadas pelos gestores estão compromissos com a responsabilidade fiscal e desburocratização da máquina pública; pacto federativo; investimentos em logística; e reforma tributária. “Temos um pacto de atuação, solidariedade, gestão e motivação em torno do Brasil, de boas políticas públicas do novo governo”, resumiu João Dória.

As demandas serão tratadas entre Bolsonaro e os governadores eleitos na quarta-feira (14.11), em Brasília. “Precisamos avançar nas políticas públicas fundamentais para o crescimento da economia e geração de emprego e renda. Assim vamos melhorar outros segmentos. Vamos ter que tomar atitudes fundamentais para o crescimento do Brasil”, falou Reinaldo Azambuja.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL
Saúde de Ponta Porã recebe nova ambulância do Samu e mais dois veículos
EMPREGO
Comércio em Ponta Porã encerra fevereiro com variação de 106 postos de trabalho
NOVA POLÊMICA
Bolsonaro determina que 'golpe de 64' tenha 'comemorações devidas'
ECONOMIA
País cria 173 mil empregos, maior resultado para fevereiro desde 2014