Menu
Busca quinta, 04 de março de 2021

Brincando, agente diz que vetou Douglas no Palmeiras por ser 'clube pequeno'

02 novembro 2011 - 22h06Por ESPN
O empresário Marcelo Goldfarb, que participou recentemente da chegada do atacante Ricardo Bueno ao Palmeiras, disse no Facebook que não negociaria o meia Douglas, do Grêmio, com o clube alviverde porque a "ideia seria mantê-lo em um clube grande". Em seguida, citou que pensaria em agremiações como Palmeiras, Noroeste e Guarani só no momento em que o atleta chegasse a 35 ou 36 anos.

Nesta quarta-feira, a assessoria de imprensa do agente emitiu uma nota e afirmou que houve apenas uma 'brincadeira com dois grandes amigos de infância e palmeirenses fervorosos'.

Marcelo Goldfarb tem recebido várias críticas por meio de fóruns e redes sociais. A declaração do empresário teve repercussão junto a funcionários do clube e até no treino alviverde desta quarta-feira. O goleiro Deola avisou que o Palmeiras não irá perder a sua grandeza em função de polêmicas na internet.


"Eu não estava sabendo desse fato, não gostaria de entrar muito em detalhes porque não ouvi da boca da pessoa. Mas o Palmeiras sempre foi grande. O problema é que algumas pessoas do futebol são torcedores e falam coisas que não devem. Nem sei se é esse caso", afirmou o arqueiro.

A assessoria de imprensa emitiu a seguinte nota em nome do empresário:

Venho por meio desta manifestar minha indignação acerca do que vem sido noticiado no dia de hoje.

Infelizmente, uma brincadeira entre amigos de infância tomou proporções descabidas. Alguém, o qual não conheço, deturpou essas informações de modo a criar grande constrangimento para minha pessoa.

Tenho muito respeito e admiração pela instituição e história da Sociedade Esportiva Palmeiras, bem como seus jogadores, diretoria e imensa torcida.

Penso que não é de bom tom, em tempos de intolerância e violência no futebol, a mídia proliferar este tipo de informação, que nada acrescenta ao esporte e, muito pelo contrário, só tem a disseminar ainda mais a ignorância de alguns.

Reitero que tudo não passou de uma simples brincadeira com dois grandes amigos de infância e palmeirenses fervorosos. Repito que o que foi ali expressado em nada representa o que eu penso, e quero manifestar aqui meu enorme respeito pela instituição e seus dirigentes, na figura dos Srs. Arnaldo Tirone e Roberto Frizzo.


Deixe seu Comentário

Leia Também

ORDEM DO DIA
Deputados aprovam quatro matérias nesta quinta-feira
SIDROLÂNDIA
Indiciado por homicídio de uma adolescente é preso pela Polícia Civil
ECONOMIA
Governo adia para dia 31 reinício de bloqueio e suspensão de benefício
Decisão tem por base efeitos da pandemia
CORUMBÁ
Adolescente infratora é detida após se envolver em briga