Menu
Busca sábado, 19 de setembro de 2020

Campo-grandense fatura ouro no Pan, é desclassificado, mas recupera a medalha

Campo-grandense fatura ouro no Pan, é desclassificado, mas recupera a medalha

18 outubro 2011 - 13h00
Midiamax

O campo-grandense Leonardo de Deus, de 20 anos, venceu a prova dos 200m borboleta na noite desta segunda-feira (17), no Pan-Americano de Guadalajara (México), mas acabou desclassificado por ter competido com um patrocínio em sua touca, o que não é permitido.

Aos prantos no vestiário, o nadador, que marcou o tempo de 1m57s92, recebeu a notícia de que a organização da prova recuou alegando que a culpa foi do fiscal que liberou o nadador. O atleta, que disputa seu primeiro Pan, pôde comemorar, enfim, a medalha de ouro.

Após a reviravolta, a medalha de prata ficou mesmo com o americano Daniel Lawrence Madwed, que fez o tempo de 1m58s52. A terceira colocação ficou com o favorito Kaio Márcio, com a marca de 1m58s78.

“Quanto mais difícil melhor, né. Todos os mexicanos, todo mundo viu que eu ganhei a prova. O que importa é que está tudo bem. Só tenho a agradecer a Deus e à organização, por reconhecer o campeão da prova. A justiça foi feita. É a medalha mais sofrida do Brasil até agora”, comemorou, em entrevista ao Globoesporte.

Com a conquista de Leonardo, o Brasil chegou ao seu oitavo ouro na competição - o quinto apenas na natação - e segue na segunda colocação no quadro geral de medalhas, atrás apenas dos Estados Unidos, que possui 16 medalhas douradas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

NOTÍCIAS
Passageiros serão indenizados após falha em realocação da companhia aérea
SAÚDE
Covid-19: ocupação de leitos na rede privada cai para 57% em agosto
ECONOMIA
Dólar fecha em forte alta com incerteza fiscal no radar
FALSO FRETE
Polícia Civil recupera veículo roubado em Dourados