Menu
Busca segunda, 25 de janeiro de 2021

18 julho 2012 - 15h00
Reporter MS

O Conselho Regional de Medicina de Mato Grosso do Sul (CRM/MS), publicou nesta quarta-feira, dia 18, Edital de Punição Disciplinar, cassando o diploma do médico Marcus Vinicius Carreira Bentes.



Conforme o edital, o médico foi submetido ao julgamento do Pleno Tribunal Superior de Ética Médica do Conselho Federal de Medicina que o cassou de exercer a função de médico por ter cometido infração à ética médica ao realizar exame ginecológico sem o rigor técnico e com práticas libidinosas.




A cassação de Marcus Vinicius que foi médico do Exército, foi motivada pela denúncia de uma paciente atendida em 2007 no Hospital Geral de Campo Grande. O médico, conforme a denúncia, teria tocado no órgão genital da paciente sem usar luvas. A vítima disse que o médico teria ficado excitado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Brasil tem quase 30 mil novos casos de hanseníase por ano
CONTRABANDO E CRIME AMBIENTAL
Goiano é autuado pela PMA e preso por Policiais Militares com agrotóxicos do Paraguai
JUSTIÇA
Estudante que ficou três anos sem diploma será indenizada
CASSILÂNDIA
Polícia Militar prende mulher por agredir marido