Menu
Busca quarta, 20 de janeiro de 2021

Dependente químico reaparece ferido 3 dias após ser sequestrado

25 abril 2012 - 19h09Por CG News
Sequestrado no domingo na própria casa, um rapaz de 32 anos,foi encontrado pela família por volta das 16 horas de ontem (25), caminhando por uma via, nas proximidades da residência, em Campo Grande, com várias lesões pelo corpo. Amigos e parentes suspeitam que ele tenha sido agredido e levado por traficantes, por conta de dívidas de drogas.

O caso, que por pouco não termina em tragédia, é mais um exemplo do flagelo das drogas; do drama diário que vivem aqueles que convivem com usuários e tentam acabar com a dependência.

A cunhada do rapaz, que terá o nome preservado, conta que ele tem mentalidade de adolescente e também é usuário de entorpecentes há alguns anos. Desde que soube da situação, a família tenta recuperá-lo.

Os parentes já o levaram para outra cidade, sem sucesso. Sempre reservado, segundo a família, ele não mora mais com os pais e, de acordo com amigos, já mudou de endereço pelo menos duas vezes.

Atualmente, residia no bairro Universitária e de lá foi levado no domingo (22). Ele morava com um amigo, que foi quem, usando o celular de Luciano avisou a família, conta Fernanda. “Ele foi sequestrado sem documento, sem celular, só com a roupa do corpo. Estava pronto para dormir”.

O pai da vítima, de 60 anos, registrou boletim de ocorrência na segunda-feira, baseado nas informações que foram repassadas a ele.

O idoso contou à Polícia Civil que três ou quatro homens chamaram pelo filho dele e com armas de fogo, entraram no imóvel, pegaram o rapaz, desferiram vários socos e coronhadas, o colocaram dentro de um carro e fugiram do local. O boletim de ocorrência foi registrado como desaparecimento de pessoa.

Desde que soube do sequestro, a família procurou por ele em vários locais. “Já fomos até ao IML”, lembra a cunhada, referindo-se ao Instituto Médico e Odontológico Legal.

O receio dos parentes é que ele pudesse estar abandonado, com várias lesões pelo corpo, sem conseguir se comunicar. Ele foi encontrado por um irmão com ferimentos no rosto e braços. Segundo a família, ele estava empregado e queria pagar a dívida com traficantes.

Deixe seu Comentário

Leia Também

APARECIDA DO TABOADO
Polícia Militar prende homem por ameaçar sua ex-namorada
ECONOMIA
INSS: prova de vida de aposentados é suspensa até fevereiro
NOTÍCIAS
Decreto traz regras para o Bolsa-Atleta e Bolsa-Técnico
BOLETIM COVID
Pandemia ainda não acabou: MS registra mais de mil casos em apenas um dia