Menu
Busca sexta, 25 de setembro de 2020

Depoimento de Nem por videoconferência é adiado para o dia 16 de janeiro

18 dezembro 2011 - 09h44Por CG News
A juíza Nearis dos Santos carvalho Arce, da 38ª Vara Criminal do Rio de Janeiro adiou para o dia 16 de janeiro o interrogatório por videoconferência de Antônio Francisco Bonfim Lopes, o Nem da Rocinha, que estava previsto para acontecer ontem às 12h no Presídio Federal de Campo Grande, durante a Audiência de Instrução e Julgamento.

A decisão foi tomada porque Nem não estava acompanhado de um defensor público, apesar do Tribunal de Justiça daquele estado ter enviado um ofício ao órgão de Mato Grosso do Sul solicitando a presença o profissional. Nem não contratou advogado particular.

Também são réus neste processo Elênio dos Santos, conhecido como Rasta ou Rastafari e Amaro Pereira da Silva, o Neto, que está foragido. Eles são acusados pelos crimes de tráfico de drogas e associação para o tráfico. O primeiro proceso com 40 réus foi desmembrado, mas todos respondem pelo mesmo crime.

Devido ao adiamento, as testemunhas de defesa e de acusação não foram ouvidas. Na audiência, foi iniciado o interrogatório de Elênio, mas ele permaneceu calado.

Nem foi preso na madrugada do dia 10 de novembro, no Rio de Janeiro, quando tentava fugir da Rocinha escondido no porta-malas de um carro Toyota Corolla. O veículo foi abordado por policiais que faziam uma blitz em um dos acessos à favela.

Deixe seu Comentário

Leia Também

JUSTIÇA
Celso de Mello antecipa aposentadoria do STF
CAARAPÓ
Policiais civis prendem jovem e comparsa suspeitos de tráfico de drogas
ECONOMIA
Febraban prevê que carteira de crédito deve subir 11,6% em agosto
CRIME AMBIENTAL
Polícia Militar Ambiental de Batayporã prende e autua quatro em R$ 8,4 mil por pesca predatória e apreende 139 kg de pescado, dois barcos, dois motores e petrechos