Menu
Busca segunda, 21 de setembro de 2020

Deputados afirmam que corte no orçamento da União não deve atingir MS

Deputados afirmam que corte no orçamento da União não deve atingir MS

15 fevereiro 2012 - 17h41Por CG News
Os deputados da bancada de Mato Grosso do Sul afirmaram na tarde de ontem (15) que o corte de R$ 55 bilhões no Orçamento Geral da União não deve comprometer os investimentos solicitados pelo Estado.

O deputado federal Antônio Carlos Biffi (PT) explica que a decisão é apenas uma sinalização para o mercado, com a finalidade de mostrar que o Governo Federal está pisando no freio e, consequentemente, “deve pagar mais juros da dívida”. Biffi lembra que no ano passado o Governo anunciou gastos de R$ 50 bilhões e este valor ficou em R$ 20 bilhões. “Não deve ter prejuízo”, concluiu.

O coordenador da bancada federal de Mato Grosso do Sul, Geraldo Resende (PMDB), alega que o corte já era esperado. Porém, ressalta que o Governo deve liberar recursos aos poucos, conforme a evolução da receita. “Já aconteceu em anos anteriores”, recordou.

O deputado Vander Loubet (PT) avalia que o corte é realizado por segurança, para aguardar o desempenho da receita. Apesar disso, relata que o Estado não deve ser prejudicado. “Pode ter certeza disto. Há investimento garantido para o PAC (Programa de Aceleração do Crescimento), Minha Casa Minha Vida... Isto não está comprometido”.

O Governo Federal espera economizar R$ 20,5 bilhões com a medida. O ministro da Fazenda, Guido Mantega, informou que a execução orçamentária prevê taxa de crescimento de R$ 4,5 do PIB (Produto Interno Bruto). O ministro espera que a medida permita ao Banco Central a redução na taxa de juros, Selic, que atualmente está em 10,5%.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CASSILÂNDIA
Polícia prende bandidos e impede assalto que ocorreria em agência bancária de MS nesta segunda-feira
ÁGUA CLARA
PRF apreende 631 Kg de maconha
JUSTIÇA
Barroso: ceticismo com mudança climática é obstáculo a ser superado
BRASIL
Governo lança cartilha para crianças com autismo