Menu
Busca domingo, 24 de janeiro de 2021

Dourados recebe R$ 300 mil para iniciar obras da Clínica da Mulher

10 julho 2012 - 10h02Por Assessoria
O Ministério da Saúde depositou, nesta segunda-feira (9), R$ 300.516,66 na conta da Prefeitura de Dourados. O valor é relativo à primeira parcela de um total de R$ 901.500,00 viabilizados pelo deputado federal Geraldo Resende (PMDB-MS) para a construção da Clínica da Mulher. A obra será construída no Jardim Água Boa, ao lado do antigo CSU (Centro Social e Urbano) e terá um custo de R$ 1.270.644,15, já que a Prefeitura vai investir uma contrapartida de R$ 369.094,15.

Os recursos para a construção da Clínica da Mulher estão empenhados desde dezembro de 2007 como resultado das gestões feitas por Geraldo Resende, que também conseguiu, naquela data, o empenho de R$ 443.487,93 para a compra dos equipamentos. Esse valor foi depositado na conta da Prefeitura em 8 de dezembro de 2008 e a contrapartida do Município será de R$ 23.477,07, totalizando R$ 466.965,00.

Com a liberação da primeira parcela o deputado Geraldo Resende disse que a expectativa é que as obras tenham início nos próximos dias. “Esta é mais uma conquista para Dourados, resultado das inúmeras audiências que tive com o ministro da Saúde Alexandre Padilha e com os seus antecessores. A partir desta liberação, acredito que as obras vão começar logo, porque a licitação foi feita antes do processo eleitoral”, explica o parlamentar.

A clínica

A Clínica da Mulher terá área edificada de 782,60 metros quadrados, estando prevista a construção de três consultórios; três salas para ultra-sonografia; salas para exame de densitometria óssea, cardiotacografia e mamografia; administração; auditório; sala de espera para 70 pessoas; sala para triagem; posto de enfermagem; copa; cozinha; sala de faturamento; dois banheiros para pessoas com deficiência; vestiário para funcionários; sala de observação; e estacionamento de 400 metros quadrados.

Para atender as usuárias do Sistema Único de Saúde (SUS), a Clínica da Mulher deverá ter equipamentos de ponta como aparelhos de ultrasonografia, mamografia, entre outros, conforme preconiza o Programa de Atenção Integral à Saúde da Mulher, prestando orientação sobre planejamento familiar, atendimento às mulheres em idade de climatério, acompanhamento de pré-natal, e outros serviços.

“Ficamos muito felizes em contribuir na conquista de recursos para obra de tamanha importância, pois com essa Clínica e também com o futuro Instituto da Mulher e da Criança (IMC) que estamos viabilizando em parceria com a Universidade Federal da Grande Dourados (UFGD), as mulheres de Dourados e região, usuárias do SUS, terão um atendimento igual àquelas que podem pagar por consultas, exames, internações e cirurgias em clínicas e hospitais particulares”, comemora Geraldo Resende.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Ainda sem aprovação do Orçamento 2021, governo deve controlar gastos
SAÚDE
Estados brasileiros começam a receber vacina de Oxford
SAÚDE
Número de casos de Covid-19 continua alto na maioria das cidades do Estado
NOTÍCIAS
Prêmio Sesc de Literatura abre inscrições para obras inéditas